Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter

AGROCLIMA

publicidade

A vulnerabilidade da água

17/06/2016 às 09:36
por Agrossociedade
Atualizado 17/06/2016 às 09:38

Oferecimento

Muitas cidades e importantes civilizações surgiram às margens de grandes rios e lagos. Impérios e reinados se expandiram pelos rios e mares e, ainda hoje, a presença ou ausência de água de qualidade determina a ocupação de territórios e o futuro de gerações.

A água irriga as plantas e sacia a sede de animais e pessoas. O corpo humano é constituído em média por 60% de água, que é essencial para a saúde e o bem-estar das pessoas. No entanto, uma fração considerável da população mundial ainda não tem acesso à água de qualidade. Mais de 750 milhões de pessoas em todo o mundo consomem água sem nenhum tipo de tratamento.

A água cobre grande parte da superfície da Terra, no entanto, menos de 3% são de água doce e a maior parte está em geleiras. Apenas 0,65% da água do planeta encontra-se em rios, lagos, lençóis freáticos e aquíferos.

Se observarmos com atenção, veremos que o ciclo da água no nosso planeta é maravilhoso e fundamental para todas as formas de vida. A água circula entre atmosfera, solo e rochas. A água que evapora dos oceanos, rios e lagos ou vem da transpiração das plantas cai como chuva. No solo, uma parte da água corre sobre o terreno, outra infiltra e reaparece nas nascentes ou saturam rochas porosas. A água não se exaure e sempre encontra um caminho. Assim, o seu ciclo continua e não deve ser perturbado. A vida, a água e o clima na Terra caminham juntos.

A diversidade da vida na Terra e o equilíbrio da natureza dependem da água, assim como a sustentabilidade das cidades, das indústrias, da agricultura, do país, do planeta, enfim. Mesmo com a escassez em algumas regiões ou épocas do ano, é bom saber que a água da Terra não vai acabar. Mas, também nos momentos de abundância, precisamos lembrar que para ser útil e potável, a água precisa ser limpa, não contaminada. Sabe-se que os povos Maias, Astecas e Incas provavelmente abandonaram suas cidades em razão da contaminação da água e do solo.

A água, vulnerável em alguns lugares, pode ser contaminada de muitas maneiras e descontaminá-la, se possível for, custa muito. Então, melhor evitar que contaminantes químicos e biológicos cheguem até ela, nosso bem tão precioso.

Por Claudio Spadotto

Membro do Conselho Científico para Agricultura Sustentável (CCAS)

Gerente geral da Embrapa Gestão Territorial. 

publicidade

ENCONTRE UMA LOCALIDADE

loading
publicidade

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

Cadastre-se para receber as últimas notícias e informações meteorológicas sobre a sua localidade

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

×
Ocorreu um erro ao enviar fazer seu cadastro. Por favor, tente novamente mais tarde!

Cadastre-se para receber as últimas notícias e informações meteorológicas sobre a sua localidade

Digite seu nome
Digite seu email