Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter

AGROCLIMA

publicidade

Falta de chuva afeta hortaliças em Rio Branco (AC)

12/08/2016 às 11:26
por Angela Ruiz
Atualizado 12/08/2016 às 11:50

Oferecimento

Não é nada animadora a situação dos pequenos produtores de hortaliças de Rio Branco, capital do Acre. Há mais de um mês sem chuvas na região, as plantações já começam a sentir os efeitos da maior estiagem da história. E, segundo a Climatempo, não há previsão de que a chuva frequente venha tão cedo. De acordo com informações do meteorologista César Soares, até o mês de setembro a seca deve continuar sobre diversas áreas do Estado.

 

O profissional explica que “é comum não chover nessa época do ano, já que agosto é o segundo mês mais seco”. Porém, ainda que normal para o período, a falta de chuva tem causado grandes transtornos. Banana, mamão, melancia, legumes e verduras já são vendidos com aumento na Central de Abastecimento de Rio Branco (Ceasa).

 

De acordo com Erica Lima, engenheira florestal e técnica da Empresa de Assistência Técnica e Expansão Rural (EMATER) do Acre, no caso das hortaliças, é fundamental a presença da chuva. “As plantações precisam de água e o solo seco. Sem essas condições, o desenvolvimento da planta fica muito prejudicado”, explica.

 

Nesse período delicado, os mais atingidos têm sido os pequenos produtores, que não possuem uma estrutura que auxilie a irrigação. “Se o agricultor não tem condição de molhar sua plantação, ele pode ter uma perda total”, diz a especialista. “A situação é diferente para quem tem uma estrutura maior, com o uso de estufas com sistema de irrigação que evita o prejuízo”, diz.

 

 

A normalização das plantações deve voltar a acontecer somente em outubro quando, segundo a Climatempo, as chuvas retornam com regularidade. De acordo dados do empresa de meteorologia, esse ano já choveu menos do que o normal no verão, por influência do fenômeno El Niño. Por isso, o Acre já começou o inverno numa situação desfavorável. No último dia de julho e no primeiro dia de agosto de 2016, Rio Branco registrou recordes históricos de calor para estes dois meses.

 

O estado decretou situação de emergência, reconhecida pelo governo federal na semana passada. A região passa agora a receber ajuda oficial de órgãos federais. No total, nove municípios do Acre estão em situação de emergência por causa da seca.

publicidade

ENCONTRE UMA LOCALIDADE

loading
publicidade

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

Cadastre-se para receber as últimas notícias e informações meteorológicas sobre a sua localidade

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

×
Ocorreu um erro ao enviar fazer seu cadastro. Por favor, tente novamente mais tarde!

Cadastre-se para receber as últimas notícias e informações meteorológicas sobre a sua localidade

Digite seu nome
Digite seu email