AGROCLIMA

Agricultores estão preocupado com a safra de milho em MT e MS

09/05/2011 às 14:52
por Redação

Oferecimento
O atraso do plantio da safrinha está preocupando os agricultores no Mato Grosso do Sul. Tudo porque de acordo com a estação meteorológica da Universidade Anhanguera, há possibilidade de geada para os próximos dois meses. Segundo a Comissão técnica de Agricultura da Femasul – Federação da Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul, mais da metade dos produtores atrasaram o plantio por conta das chuvas que atingiram a região nos meses de fevereiro e março. A chuva comprometeu a produção da soja e atrasou a safrinha de milho. Se houver geada enquanto os grãos estiverem na fase desenvolvimento, os produtores podem ter grandes prejuízos. De acordo com a Conab – Companhia Nacional de Abastecimento, o Estado deverá produzir este ano 300 quilos a menos do que no ano anterior, por hectare plantado. Já em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso,  a falta de chuva é o que preocupa. A safrinha do milho foi plantada só na segunda quinzena de abril, e 40% ainda está em fase de florescimento, a falta de chuva pode resultar numa queda de 50% da produtividade. Durante o outono e o inverno, o predomínio é de tempo seco na Região Centro-Oeste do Brasil. As frentes frias que conseguem avançar sobre a Região, normalmente trazem pouca chuva, mas se vêm acompanhadas de fortes massas de ar polar, provocam acentuada queda de temperatura. Nesta época do ano, a grande preocupação dos agricultores é com a ocorrência de geada. Na semana passada tivemos a primeira onda de frio significativa deste ano de 2011, mas que ainda não foi suficiente para provocar geada no Centro-Oeste. No entanto, ao longo deste outono e inverno, outras ondas de frio são esperadas e devem ser mais intensas. Nesta semana o predomínio será de sol e temperaturas elevadas no Centro-oeste. Somente em áreas do sul e do oeste de Mato Grosso de Sul, há condições para pancadas de chuva, devido à passagem de uma frente fria, mas que devem acumular baixos volumes. A massa de ar polar que vem com esta frente fria não é muito forte e provoca resfriamento mais significativo apenas em áreas do Rio Grande do Sul. Para o Centro-Oeste, os modelos matemáticos de previsão do tempo indicam acentuada queda de temperatura a partir do dia 20 de maio. Há expectativa para o avanço de uma forte e continental massa de ar polar que deve derrubar a temperatura em Mato Grosso do Sul e no sul de Goiás e de Mato Grosso. Para este evento, há possibilidade para as primeiras geadas do ano no sul de Mato Grosso do Sul.

ENCONTRE UMA LOCALIDADE

loading

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

Cadastre-se para receber as últimas notícias e informações meteorológicas sobre a sua localidade

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

×
Ocorreu um erro ao enviar fazer seu cadastro. Por favor, tente novamente mais tarde!

Cadastre-se para receber as últimas notícias e informações meteorológicas sobre a sua localidade

Digite seu nome
Digite seu email