AGROCLIMA

Inverno beneficia frutíferas do RS

26/07/2011 às 16:33
por Redação

Oferecimento
O inverno no Rio Grande do Sul deixa o clima propicio para a produção de frutas comuns em lugares de clima temperado como a ameixa, maçã, pêssego, figo, uva, kiwi, etc. De acordo com o agrônomo Antônio Conte, o frio faz com que as plantas entrem numa fase de dormência e voltem a florescer com mais intensidade depois “Essas plantas entram num ciclo de parada fisiológica, e que reiniciem um novo ciclo com uma floração bastante intensa, grande, constante e concomitante, que não fiquem brotando um pouquinho hoje, depois florescendo um pouco daqui a 15 dias” afirmou. Essa dormência é boa para a planta e faz com que elas não sofram com as geadas e temperaturas baixas. Além disso, o frio não protege as frutíferas das moscas de frutas. Além disso, o frio impede a proliferação  de fungos, e ajuda na qualidade dos frutos Plantio O inverno também é o período indicado para o plantio de mudas das espécies frutíferas caducifólias. “Aproveita-se para plantar justamente nessa época, para elas se prepararem para a emissão de calos radiculares e, assim que emitirem as primeiras folhas, também as raízes se desenvolverem e então terem suporte de abastecimento da água que perdem pelas folhas”, explica Enio. Colheita Embora não seja uma cultura de frio, as frutas cítricas, espécies de clima subtropical, estão presentes em quase todo o estado e têm um período de colheita que vai de abril a dezembro. Isso é possível devido aos diferentes mesoclimas existentes no RS e à diversidade de espécies e variedades de citros. Nos meses de inverno, eles são as únicas frutas verdadeiramente da época. “Manejados e cultivados nas regiões um pouco mais quentes, permitem um bom abastecimento, tendo uma fruta diferenciada daquela produzida em São Paulo e em outras regiões quentes, como o Nordeste brasileiro”, afirma Conte. De acordo com o agrônomo, a amplitude térmica existente no RS, ou seja, a variação térmica da noite para o dia, dá às frutas aquela coloração intensa e um excelente equilíbrio entre açúcar e ácido, característicos da laranja e da bergamota produzidas aqui. Os citros são a segunda cultura mais expressiva no RS. Somados, laranja, bergamota e limão ocupam uma área de 40 mil hectares no estado, ficando atrás apenas da uva.

ENCONTRE UMA LOCALIDADE

loading

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

Cadastre-se para receber as últimas notícias e informações meteorológicas sobre a sua localidade

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

×
Ocorreu um erro ao enviar fazer seu cadastro. Por favor, tente novamente mais tarde!

Cadastre-se para receber as últimas notícias e informações meteorológicas sobre a sua localidade

Digite seu nome
Digite seu email