Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Chuva inviabiliza colheita da soja

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

4 min de leitura

A presença do corredor de umidade associado a áreas de instabilidade manterão o tempo bem fechado e com chuvas a qualquer hora do dia em praticamente todo o Estado de Rondônia, de Mato Grosso, Goiás, Pará, Tocantins, Maranhão, Piauí e sobre o oeste da Bahia.

 

 

A chuva neste início de semana irá inviabilizar os trabalhos de colheita da soja e posterior plantio do milho safrinha. Além disso, em algumas destas regiões as chuvas poderão vir de forte intensidade, trazendo muitos transtornos e prejuízos aos produtores, assim como ocorreu na região de Campo Novo do Parecis, onde algumas fazendas registraram volumes próximos dos 320 mm em apenas 24h o que deixou debaixo d’água lavouras inteiras de soja e de milho safrinha, recém plantadas. Este período chuvoso deverá se manter inalterado até a quarta-feira(15), quando o tempo voltará a abrir e ter uma condição apenas para pancadas de chuvas irregulares. Até lá, os trabalhos de campo ficarão bastante comprometidos.

 

Como evitar o risco climático nas lavouras de soja do Centro-Oeste

 

Áreas de instabilidade também deixarão o tempo instável na região Sul, onde há previsões para pancadas de chuva de moderada a forte intensidade em Santa Catarina e Paraná, atingindo algumas áreas da região sul do Mato Grosso do Sul. Assim, trabalhos de colheita, plantio e aplicações de defensivos deverão ser prejudicados. Mas diferentemente no Mato Grosso, não há indicativos de que essas chuvas que estão sendo previstas para essa segunda e terça-feira possam trazer prejuízos aos produtores. Até pelo contrário, essas chuvas, assim como ocorreu no Rio Grande do Sul nesse último final de semana, irão proporcionar um aumento nos níveis de água no solo, beneficiando o desenvolvimento das lavouras.

 

Já em São Paulo e em Minas Gerais, a segunda-feira (13), como toda essa semana será marcada pelas altas temperaturas e por um tempo mais firme, com possibilidade apenas para eventuais pancadas de chuva. Contudo, devido ao calor associado as áreas de instabilidade as pancadas podem vir na forma de tempestades, podendo gerar alguns transtornos tanto aos produtores quanto a população urbana.

 

Previsão do tempo para 15 dias com análise do estado e impacto das condições previstas na cultura

 

O grande problema desta semana continuará sendo observado no Mato Grosso e em partes de Rondônia, onde o excesso de dias chuvosos e os altos volumes de chuva tem causado sérios prejuízos aos produtores e perdas em lavouras de soja, milho e algodão. Há relatos de aumento considerável de grãos de soja avariados e com forte depreciação por conta dos atos índices de umidade. Assim, a rentabilidade de alguns produtores caiu.

 

Meteorologista comenta a chuva sobre o centro norte do BR

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias