Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Geada prejudica pastagens, hortaliças e frutíferas

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

3 min de leitura

A terça-feira (17) amanheceu com os termômetros marcando temperaturas negativas em diversos municípios da Região Sul e também do sul do Mato Grosso do Sul. O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) registrou temperatura negativa em pelo menos 40 cidades. Houve formação de geada em amplas áreas.

 

As geadas chegaram a atingir lavouras de cana-de-açúcar no Mato Grosso do Sul, assim como as lavouras de trigo no oeste do Paraná. Contudo, ainda é cedo para avaliar as reais perdas que esse frio todo causou nessas lavouras. Além do trigo e da cana-de-açúcar, pastagens, hortaliças e algumas frutíferas também foram prejudicadas por essas temperaturas recordes.

 

Você conhece a mais nova solução personalizada de previsão do tempo para sua fazenda? Veja aqui!

 

Previsão de mais geada

A quarta-feira (19) vai ser ainda mais fria e novamente há previsão de geadas generalizadas na Região Sul. No Sudeste, a geada poderá se formar em áreas do sul e oeste de São Paulo, incluindo a região de Presidente Prudente.

Há previsão de um pouco de chuva para o leste de São Paulo, leste de Minas Gerais, Rio De Janeiro e Espírito Santo. As temperaturas deverão cair bem nessas próximas duas madrugadas, mas sem riscos para as culturas.

Em São Paulo e em Minas Gerais, os trabalhos de colheita tanto do café quanto da cana-de-açúcar poderão ser temporariamente comprometidos. Já na quinta-feira (20) o tempo volta a abrir em quase todo o Sudeste.

 

Nas demais localidades do país, o tempo segue aberto, sem chuva, mantendo assim, as condições favoráveis à realização da colheita do milho e do algodão. O tempo firme em grande parte do Brasil vai se estender ao logo da semana.

 

 

Veja também:

O tamanho do estrago

 

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias