Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Atividades de pulverização estão paralisadas

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

4 min de leitura

As áreas de instabilidade continuam sobre grande parte da região norte do Brasil nessa terça-feira (12), como pode ser observado nas imagens de satélite.

 

satelite-br20

 

Assim, o dia será mais uma vez marcado pelas chuvas intermitentes em grande parte das regiões produtoras de Rondônia, Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, Espírito Santo, Maranhão, Piauí, Tocantins, Bahia e Pará. Este padrão meteorológico deverá persistir ao longo de toda a semana. A chuva ajuda a manter os solos com bons níveis de umidade, favorecendo o desenvolvimento das lavouras. Por outro lado, como já faz alguns dias que o tempo se mantem fechado e chuvoso, as atividades de pulverização se mantem paralisadas. Porém, nada que venha trazer grandes prejuízos às lavouras.

 

Em grande parte de São Paulo, em Mato Grosso do Sul e toda a Região Sul a terça-feira será mais um dia de tempo aberto, muito calor e sem chuva. Ainda não há relatos de lavouras, sejam de grãos ou perenes que apresentam reduções em seus potenciais produtivos. O padrão seco irá mudar radicalmente em toda metade sul do país já neste final de semana, quando uma nova frente fria estará avançando sobre o Sul do Brasil, organizando áreas de instabilidade que vão provocar chuva generalizada em todas as regiões produtoras do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul e de São Paulo.

 

Os mapas de previsão da segunda quinzena de dezembro mostram chuvas regulares e até mesmo acima da média em praticamente toda metade sul do Brasil. Já a metade norte, volta a ter uma condição de chuva mais irregular. Ou seja, o mês de dezembro estará sendo um mês muito bom para o desenvolvimento das lavouras em todo o Brasil.

 

Argentina 

Notícias e imagens falsas de lavouras da Argentina e do Paraguai em estado de calamidade começam a aparecer nas redes sociais e em sites. Apesar da estiagem que está acontecendo sobre estes países e também no sul do Brasil, ainda é muito cedo para dizer ou argumentar que estão ocorrendo perdas. Vale ressaltar que não está acontecendo nada de catastrófico nestas áreas. Analistas do setor agro consultados reportaram que apesar da ausência de chuvas regulares, as lavouras ainda apresentam condições muito boas de desenvolvimento, salvo uma ou outra área, que não tem nenhuma representatividade, que está apresentando problemas.

 

Vem chuva por aí...

 

Há previsão de chuva boas e duradoura ao longo de toda a semana que vem tanto na Argentina quanto no Paraguai e sobre a Região Sul do Brasil o que irá normalizar totalmente as condições das plantas e dar pleno desenvolvimento as lavouras para que possam atingir seu potencial produtivo.

 

Para saber maiores informações de como se planejar com antecedência e tornar o Clima seu grande aliado basta consultar www.agroclimapro.com.br

 

Veja como a informação meteorológica pode ajudar a tomar a decisão dentro do campo:

Análise de volume de chuva para a área produtora

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias