Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Colheita do trigo está atrasada

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

5 min de leitura

A presença de áreas de instabilidade sobre grande parte da região centro-norte do Brasil neste início de semana irá deixar o tempo instável e com possibilidade de ocorrência de chuvas a qualquer hora do dia sobre grande parte das regiões produtoras de Goiás, Minas Gerais Mato Grosso, Rondônia, Tocantins, Maranhão, Piauí, Pará e toda faixa oeste da Bahia.

 

Além desses Estados, regiões norte do Mato Grosso do Sul e boa parte de São Paulo também terão previsões de chuvas para esse início de semana. Já no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e as metades sul do Mato Grosso do Sul e de São Paulo iniciarão a semana com previsão de tempo aberto e sem chuvas generalizadas, sendo que só há previsão de que venham ocorrer chuvas no Sul do Brasil no início da semana que vem. Até lá, o tempo seguirá firme e sem previsões para chuvas.

 

Para toda a região centro-norte do Brasil as chuvas que estarão ocorrendo ao longo da semana permitirão tanto a elevação dos níveis de umidade do solo quanto à manutenção o que favorece a continuidade, desenvolvimento e finalização do plantio da soja.

 

E a tendência é que ao longo de toda essa semana o tempo permaneça instável e chuvoso, mantendo, portanto, as condições bastante favoráveis ao desenvolvimento das lavouras, sem que venham ocorrer qualquer tipo de anomalia, que possa comprometer de fato, esse começo de desenvolvimento das plantas. Até mesmo para as culturas do café, cana de açúcar e laranja, onde não há previsão de chuvas generalizadas, as condições meteorológicas dessa semana serão bastante benéficas. Os níveis de umidade do solo estão bastante adequados ao desenvolvimento dessas lavouras. Além do que, para a cultura da cana de açúcar, o retorno do tempo mais firme, possibilitará a realização da colheita.

 

No Sul, o tempo firme e sem previsão para chuva irá possibilitar o plantio da soja, milho e demais culturas, como, a colheita do trigo que está bastante atrasada, por conta do excesso de dias chuvosos. A chuva tem prejudicado muito a qualidade e a produtividade dos grãos do cereal de inverno.

 

O plantio do arroz também estará sendo favorecido pelo tempo mais firme dessa semana no Rio Grande do Sul, onde muitos produtores poderão finalizar essa atividade. Lembrando que a “janela de plantio” já se finalizou e, portanto, todo o plantio que ocorrer daqui por diante já terá seu potencial produtivo comprometido.

 

E o pior é que, segundo o último relatório do IRGA, divulgado no dia 27/10/18, apenas 54% das áreas de arroz no Rio Grande do Sul já foram semeadas, restando assim, metade da área a ser semeada. Ou seja, mais um ano, onde a produção nacional de arroz estará comprometida pelo atraso na finalização do plantio, devido ao excesso de dias chuvosos.

 

Planejamento no campo 

 

Para saber se o melhor caminho é aguardar ou seguir em frente com o plantio você pode contar com o Agroclima PRO, serviço de agrometeorologia de precisão da Climatempo. Com o ele é possível acompanhar os índices de umidade no solo e a previsão de chuva para sua região e, ainda melhor, para a sua fazenda! Nessa safra, a atenção em relação ao melhor momento para o plantio será fundamental para garantir a uniformidade das lavouras. Confiar nas previsões e na expertise da principal empresa privada de meteorologia do país será fundamental para garantir o sucesso da safra que está prestes a iniciar!

 

Acerta na sua safra! Assine agora mesmo o Agroclima Pro

Acesse: https://agroclimapro.com.br/

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias