Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Área colhida de cana de açúcar registra redução de 1,3%

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

4 min de leitura

A área colhida de cana de açúcar está estimada em 8,48 milhões de hectares, redução de 1,3% se comparada com a safra 2018/19, segundo levantamento da Conab - Companhia Nacional de Abastecimento. A produção de cana-de-açúcar, estimada para a safra 2019/20, é de 642,7 milhões de toneladas, acréscimo de 3,6% em relação à safra anterior. 

 

Sudeste

 

A produção estimada de cana-de-açúcar processada deverá atingir 412,7 milhões de toneladas, 3,1% superior à safra 2018/19. Com relação a estimativa de área, São Paulo, maior produtor nacional, deverá ter uma área colhida 2,8% menor que na última safra. A maior parte desses 124 mil hectares reduzidos foram em área de fornecedores. Em Minas Gerais, a projeção é de redução de 2,8% na área em produção quando comparada à safra anterior. A diminuição de área de fornecedores muito se deve ao cultivo de soja e milho, produtos que têm boa rentabilidade. 

 

Centro-Oeste

 

Apresentou crescimento de 2,6% na área a ser colhida, atingindo 1.840,9 mil hectares, com leve aumento de 1% na produtividade e incremento de 3,7% na produção, atingindo 141,9 milhões de toneladas. No que se refere a estimativa de área, em Goiás, segundo maior produtor nacional, há estimativa de incremento na área em produção. Serão 950,1 mil hectares de cana-de-açúcar colhidos nesta temporada, 3,6% maior que os números apresentados em 2018/19. Em Mato Grosso do Sul há incremento de 2,1% na área destinada à cana-de-açúcar, agora estimada em 661 mil hectares. 

 

Nordeste

 

Aumento de 2% na área, atingindo 850,5 mil hectares. Estima-se recuperação na produtividade em torno de 10,5%, em razão da melhoria das condições do clima, e produção prevista em 50 milhões de toneladas, com aumento de 12,6% em relação ao exercício passado. No que se refere a estimativa de área, em Alagoas, o setor vem experimentando melhora na eficiência em uma área menor. É estimado que a área em produção seja de 297,3 mil hectares. Pernambuco, assim como Alagoas, perdeu muita área cultivada nos últimos anos. No entanto há perspectiva de incremento de 2,6% em relação à temporada anterior, estimado em 237,3 mil hectares. 

 

Sul

 

A região apresenta declínio de 5,7% na área a ser colhida na safra 2019/20, principalmente nas áreas de fornecedores, que foram reconvertidas para produção de grãos. Estimativa de 34,4 milhões de toneladas. Em relação a estimativa de área, no Paraná, a área de corte é estimada em 537,1 mil hectares, 5,6% inferior à área colhida na safra 2018/19. Além de priorizar as áreas aptas para a realização da colheita mecanizada, as unidades de produção enfrentam a concorrência de outros produtos em área de fornecedores.

 

Norte

 

Responsável por menos de 1% da produção nacional, a área cultivada apresentou redução de 6,6% e
a produção prevista em 3,6 milhões de toneladas. Açúcar: a produção de açúcar deverá atingir 30,1 milhões de toneladas, crescimento de 3,8% em relação ao produzido na safra 2018/19.

 

AgroclimaPro

 

Conheça também o AgroclimaPro - sua opção inteligente para a gestão no campo. Para saber se o melhor caminho é aguardar ou seguir em frente com o plantio você pode contar com o Agroclima PRO, serviço de agrometeorologia de precisão da Climatempo. Com o ele é possível acompanhar os índices de umidade no solo e a previsão de chuva para sua região e, ainda melhor, para a sua fazenda!

 

 

Acerte na sua safra! Assine agora mesmo o Agroclima Pro

Acesse: https://agroclimapro.com.br/

 

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias