Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Área total de tomate em São Paulo passa de 3 mil ha

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

4 min de leitura

A área total do mercado de tomate de mesa no estado de São Paulo corresponde a aproximadamente 3.500 hectares. Desse valor, 2.100 ha são de tomate salada (ou redondo), 1.030 ha, de tomate italiano, e 370 ha, de tomate Santa Cruz. E é neste segmento de tomate salada que o tomate Compack se destaca, com elevado potencial produtivo e qualidade de frutos.

 

O Compack possui internódios curtos e pegamento sequencial de frutos. Uma grande vantagem é a classificação extremamente uniforme, no padrão mais exigido pelo mercado, da base ao ponteiro. É um tomate com excelente firmeza, paredes grossas e pós-colheita, que possui resistência a fungos de solo, viroses e nematoides. “O produto é uma excelente opção para o produtor que busca produtividade com qualidade.

 

O produtor Lauro Andrade está há 40 anos no mercado produzindo tomates em suas propriedades rurais localizadas em Sumaré, no interior de São Paulo e na região do Alto Paranaíba, em Minas Gerais. Segundo ele, o Compack permite que o agricultor colha do começo ao fim, com um calibre ideal, se destacando na produtividade, tamanho, cor e sabor dos frutos. 

 

Outro produtor que também cultiva tomate Compack na região de Campinas (SP) e reconhece o potencial e o diferencial do produto é Gerson Stein, que trabalha há 21 anos no mercado. Para ele, além do padrão de qualidade, o fruto ainda trouxe uma remuneração financeira melhor. Stein lembra que é importante uma parceria com as empresas de tecnologia e inovação que acompanham a evolução da produtividade e que desenvolvem sementes de qualidade com soluções sustentáveis para o campo.

 

Rio de Janeiro quer investir no tomate de estufa

 

O Rio De Janeiro é considerado um dos grandes estados para produção de tomates no Brasil. Porém, 99,9% do cultivo é feito em campo aberto o que aumenta o risco da produção por causa das condições do tempo. Apenas 0,1%, são cultivados em estufa para tomates do tipo cereja.

 

No último fim de semana, o Projeto Sabor de Verdade, reuniu mais de 250 produtores da região de Nova Friburgo, no estado do Rio, para ensinar os produtores uma nova forma de plantar tomates em estufa.

 

“A proposta é mostrar aos produtores que é possível ter um produto de grande consumo, com um excelente pacote tecnológico para o agricultor e sabor diferenciado para o consumidor”, destaca Ayrton Tullio Junior, Engenheiro Agrônomo. Hoje, o tomate tipo Vero está presente em todo Rio de Janeiro – na Região Serrana, Sul Fluminense e Norte do estado, e é conhecido por ser um produto diferenciado por ter alta produtividade e qualidade nos seus frutos, sendo cultivado em campo aberto.

 

A ideia do evento foi apresentar uma proposta de plantio que dará maior rentabilidade ao produtor e mais qualidade e sabor ao consumidor. 

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias