AGROCLIMA

Análise territorial para agricultura irrigada é tema de estudo

02/12/2020 às 10:31
por Redação

Oferecimento

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) lançou, nesta terça-feira (24), em evento on-line, o estudo Análise Territorial para a Agricultura Irrigada no Brasil. A publicação traz um olhar qualificado para as áreas no Brasil onde é possível se trabalhar com políticas públicas mais adequadas ao desenvolvimento da agricultura irrigada, com uma análise relacionada ao desenvolvimento socioeconômico e que dialoga com a realidade brasileira.

 

Segundo a diretora de Desenvolvimento Regional e Urbano do MDR, Adriana Melo Alves, o estudo vem sendo construído em etapas, desde 2014, com um olhar inovador que mostrou com dados concretos como era o comportamento da agricultura irrigada e suas possibilidades de expansão. Atualmente na terceira etapa, a publicação busca fundamentar o Plano de Ação Imediata da Agricultura Irrigada no Brasil para o período de 2020-2023.

 

“Esse estudo nos ajudou a reformular as políticas públicas sobre a área. Esses insumos têm relevância significativa para o MDR e as Políticas Nacionais de Desenvolvimento Regional (PNDR) e de Irrigação (PNI). Aproximar essas políticas e expandir a agricultura irrigada de forma estratégica é o nosso principal objetivo”, explicou Adriana.

 

Diretor da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ/USP), Durval Neto explica que seis abordagens direcionaram o estudo realizado pelo MDR: identificação dos problemas, definição de abordagens, levantamento de dados, análise e geração de informação, definição de soluções e, por fim, o suporte à tomada de decisões. A meta principal desse esforço multissetorial é identificar, em mais de 240 milhões de hectares de áreas de agricultura e pecuária, onde é possível intensificar e expandir a agricultura irrigada sem desmatar um único hectare de mata.

 

“Há, no Brasil, uma área adicional irrigável de mais de 54 milhões de hectares (com água superficial). Isso quer dizer que é possível intensificar em 26 milhões de hectares as áreas de agricultura e também em 26 milhões as áreas de pastagem. Há, ainda, 2,4 milhões de hectares que podem ser irrigados com água subterrânea”, afirma. Segundo Durval Neto, existem regiões prioritárias com índices altos de infraestrutura (transporte, energia e armazenamento), que representam cerca de 8 milhões de hectares que já podem ser intensificados imediatamente.

 

Segundo Antônio Leite, analista do MDR na área de agricultura irrigada, o MDR já implantou polos de agricultura irrigada em estados como Rio Grande do Sul, Goiás, Bahia e Mato Grosso e prevê novas áreas em São Paulo e Minas Gerais. Ele destaca que o estudo apontou o Mato Grosso como um dos estados com maior potencial de expansão em áreas irrigadas – 4 milhões de hectares a mais. “É um polo onde a irrigação deve avançar muito nos próximos anos. Esta região precisa, portanto, de apoio e planejamento estratégico para que esses avanços ocorram de forma sustentável”, afirma.

 

Mapa interativo

 

O MDR está elaborando um mapa interativo, ainda em fase de ajustes, com informações sobre as áreas irrigáveis (de intensificação ou expansão) no Brasil. Construída com apoio da ESALQ/USP, a plataforma oferece uma navegação intuitiva sobre dados técnicos, com o uso de filtros e tabelas, que auxiliam na execução e monitoramento de projetos. A ideia é que ela subsidie tanto o governo quando o público em geral.

 

AgroclimaPRO

 

Aproveite e tenha informações precisas para poder tomar as melhores decisões, aumentando a produtividade da sua fazenda e evitando demais prejuízos!

 

O Agroclima PRO, um produto da CLIMATEMPO. A melhor ferramenta de Agrometeorologia do mercado.  

📢 Interessados ⏩ https://www.climatempoconsultoria.com.br/agroclima-pro/

 

ENCONTRE UMA LOCALIDADE

loading

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

Cadastre-se para receber as últimas notícias e informações meteorológicas sobre a sua localidade

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

×
Ocorreu um erro ao enviar fazer seu cadastro. Por favor, tente novamente mais tarde!

Cadastre-se para receber as últimas notícias e informações meteorológicas sobre a sua localidade

Digite seu nome
Digite seu email