Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Estiagem provoca impacto nas macieiras do RS

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

4 min de leitura

A significativa redução da precipitação pluviométrica poderá ter impacto significativo em pomares de macieira implantados neste ano, pois além do atraso do crescimento vegetativo e necrose de tecidos radiculares, pode ocorrer elevada mortalidade de plantas em certas localidades, acarretando aumento de custos pela demanda de mudas para restabelecer o número de plantas por hectare desejado em cada pomar.

 

Em pomares jovens, sobretudo em plantios realizados em 2021, o comprometimento no crescimento de ramificações é elevado, sendo evidenciada completa paralisação do crescimento de brotações em razão da intensidade da estiagem evidenciada nesse ciclo.

 

A restrição hídrica está sendo determinante na redução do crescimento vegetativo e no desenvolvimento de frutos em pomares adultos de macieira na primavera de 2021, principalmente após meados de dezembro.

 

Em pomares de macieira em plena produção são observados sintomas típicos de deficiência hídrica, como paralisação do crescimento de ramos, paralisação do crescimento de frutos e murchamento das folhas nos horários de maior temperatura no decorrer dia.

 

Em determinadas situações, cuja capacidade de retenção de água no solo é menor, os sintomas se mostram mais severos, com elevada abscisão e senescência foliar, murchamento de frutos e necroses de ramos. Em algumas situações constata-se a mortalidade de plantas adultas, dada à severidade da restrição hídrica nesse período.

 

unnamed (72)

Fotos: Fernando José Hawerroth - Vacaria - RS - 04/01/22 - Pomares de macieira com sintomas de deficiência hídrica

 

No último decêndio de dezembro de 2021 e nos primeiros dias de 2022, houve aumento significativo da temperatura diária, ultrapassando o valor de 30 °C em algumas localidades. A temperatura elevada, associada à alta radiação solar intensificou a frequência de frutos com danos de sol na epiderme, sobretudo em frutos localizados nas porções mais expostas da copa das plantas. Em tecidos foliares, além da possibilidade de ocorrência de porções necrosadas, podem ser observados sintomas de deficiência nutricional, sobretudo do nutriente potássio. 

 

unnamed (73)

Fotos: Fernando José Hawerroth - Monte Alegre dos Campos, RS - 04/01/22 - Maçãs com sintomas de dano de sol

 

Para as cultivares precoces, como Condessa e Castel Gala, além de clones de Eva, o estresse hídrico tem acelerado a maturação dos frutos, com aumento dos índices de abscisão em pré-colheita. Já para os clones de Gala, na maior parte dos pomares, o estresse hídrico não tem determinado avanço significativo da maturação de maçãs. Em situações de maior restrição hídrica são evidenciados sintomas de desidratação dos frutos e amarelecimento.

 

Como planejar uma safra e monitorar sua fazenda?

 

Otimizar o plantio, ficar de olho no Clima para avançar com os trabalhos no campo e observar o desenvolvimento da cultura para evitar perdas são algumas das decisões que você produtor rural precisa tomar durante a safra. 

 

AgroclimaPRO é um serviço de tecnologia da Climatempo que utiliza o conhecimento meteorológico. Com ele você pode acessar o histórico de dados de Clima para sua fazenda e pode detectar áreas com menor vigor vegetativo. Além disso, você fica sabendo como será a demanda hídrica da sua lavoura nos próximos 15 dias e ainda consegue identificar os melhores dias e horários para realizar as pulverizações. 

 

Faça parte da maior comunidade AGRO! O canal oficial da Climatempo no Telegram fornece conteúdos diários e exclusivos sobre o Clima e previsão para a agricultura. Quero fazer parte!

 

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias