Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Alta temperatura impede desenvolvimento das olerícolas

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

3 min de leitura

Em Maçambará, na regional da Emater/RS-Ascar de Bagé, a maioria das hortas destinadas à produção para autoconsumo está abandonada, pois não existe condição de manter o desenvolvimento das plantas sem o uso da irrigação frente às altas temperaturas e ao nível reduzido de umidade no solo.

 

Em Quaraí, além da dificuldade na produção de alface causada pela escassez de água para irrigação e pelas altas temperaturas, os produtores relatam infestações significativas de trípes, inseto de difícil controle devido ao tamanho reduzido e a grande capacidade de reprodução nas condições climáticas predominantes, de baixa umidade relativa do ar e calor intenso.


Na regional de Erechim, as altas temperaturas favorecem a incidência de tripes e mosca branca, diabrotica, dificultando a produção de folhosas como alface, radiche, rúcula, salsa, bem como repolho, couve-flor e brócolis.

 

Na de Ijuí, os cultivos de olerícolas ficam cada vez mais comprometidos pela falta de água destinada a irrigação das culturas. Com os pequenos riachos e reservatórios de menor volume de reservação sem possibilidade de captação de água, os produtores vêm utilizando água de poços artesianos para evitar a morte das plantas.

 

O Clima mais ameno, principalmente à noite, está beneficiando o desenvolvimento de oídio nas culturas do pepino, tomate, abóboras e pimentões. A incidência prolongada do ataque de tripés vem causando transmissão de viroses em alface e comprometendo o desenvolvimento das plantas.

 

hortaliças_3

Fonte: istock

 

Como monitorar uma safra e monitorar sua fazenda?

 

Otimizar o plantio, ficar de olho no Clima para avançar com os trabalhos no campo e observar o desenvolvimento da cultura para evitar perdas são algumas das decisões que você produtor rural precisa tomar durante a safra. 

 

AgroclimaPRO é um serviço de tecnologia da Climatempo que utiliza o conhecimento meteorológico. Com ele você pode acessar o histórico de dados de Clima para sua fazenda e pode detectar áreas com menor vigor vegetativo. Além disso, você fica sabendo como será a demanda hídrica da sua lavoura nos próximos 15 dias e ainda consegue identificar os melhores dias e horários para realizar as pulverizações. 

 

Faça parte da maior comunidade AGRO! O canal oficial da Climatempo no Telegram fornece conteúdos diários e exclusivos sobre o Clima e previsão para a agricultura. Quero fazer parte!

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias