Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Uma nova era vem por ai...

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

2 min de leitura

Vozes da sociedade civil organizada começam a aparecer propondo o óbvio, a ocupação de espaço decisivo na governança dos interesses do país. Assim discursam empresários como o Salim, da Localiza, Zé Gallo das Lojas Renner, e o empreendedor Blairo Maggi, novo Ministro da Agricultura, já propondo e querendo levar o presidente interino Temer a uma viagem de negócios a China.

Sem dúvida, a China virou o grande cliente do agro  nacional e, ao lado das ideias de Jose Serra, da ampliação de aberturas comerciais nos países ricos, deveríamos ter uma nova cultura de negócios tomando conta do país.

A China também investe em logística, em agroindústrias e tem muita consciência de suas limitações produtivas internas, bem como da necessidade de sua segurança agro alimentar.

Por outro lado, irão querer reciprocidade em abertura de mercados industriais, e barateamento de custos com impostos e taxas zero.

Não há mais possibilidade do Brasil ir ao futuro sem uma clara mentalidade capitalista, negocial, comercial, veloz e inteligente, desenvolvendo empatia com agressividade, e colocando os mais competentes agentes de vendas e produção do país, incluindo as cooperativas para representar pequenos e médios, como locomotivas  das caravanas.

No agronegócio, as entidades do sistema empresarial, educacional e científico do país devem comandar e inspirar o governo a seguir os seus passos, e os legisladores a terem uma mentalidade orientada para vendas e marketing. Conduzir e não ser conduzida, como bem diz o lema do Estado de São Paulo. Será o papel da nova sociedade civil organizada. Uma nova era vem por aí...

José Luiz Tejon

Sócio diretor da BIomarketing

VOLTAR

 

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias