Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Dá-lhe Brasil

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

3 min de leitura

Querem derrubar o código florestal...


Enquanto brasileiros trabalham e evoluem, tem sempre uma parte da humanidade que se locupleta no reino da insensatez. O Brasil acabou de assinar o acordo de Paris do Clima, somos o 3º grande país do mundo a assinar, dentre 195 países, ficando atrás dos EUA e China.


E, nisso assumimos compromissos... Por exemplo, o de reduzir em 43 % as emissões de gases de efeito estufa até 2030. Também nos comprometemos a recuperar 12 milhões de hectares de florestas, a recuperar 15 milhões de pastagens degradadas, e passar para 45% as energias renováveis  da matriz energética.

O Código Florestal brasileiro foi desenhado com diálogo e equilíbrio entre a proteção ao meio ambiente, e a da mesma forma, responsabilidade econômica e social do Brasil. E isso foi aprovado pelo Congresso Nacional e virou a Lei de número 12.651/2012, da qual o deputado Aldo Rebelo do  Partido Comunista Brasileiro foi o seu relator e atuou com incomparável independência e competência na questão.

O Código é único no mundo e bastante exigente com os produtores rurais, demandando fortes investimentos para o cumprimento da Lei. Agora, o PSOL e a Procuradoria Geral da República tem ações no Supremo Tribunal Federal Questionando a constitucionalidade da Lei.

Trata-se de um desses exemplos da insensatez fundamentados em visões desprovidas de senso de realidade, que se pudessem ser vitoriosas, condenariam milhões de produtores ao desaparecimento, e ainda mataria a galinha dos ovos de ouro do Brasil. Hoje no futuro, um agronegócio de sustentabilidade intensivo, com tecnologia tropical.

Algumas pessoas creem os representantes de Deus na terra para determinados temas universais, como meio ambiente, o cuidado dos pobres e oprimidos, e ao atuarem e agirem, terminam sendo esses mesmos defensores do nem no mundo, as alavancas do mal, da miséria e da manutenção do atraso, o partido dos iludidos.

Temos no CAR - Cadastro Ambiental Rural, hoje mais de 96% de toda a área brasileira cadastrável, um fato espetacular. O Código Florestal Brasileiro foi um avanço que merece respeito e elogios, e não existe essa divisão de torcidas organizadas entre ruralistas e ambientalistas, até porque o seu relator foi um homem digno e comunista, Aldo Rebelo.

Além de tudo isso, com a pesquisa, a Embrapa, Cooperativas e produtores e produtoras rurais deveremos ter mais de 5 milhões de hectares na genialidade da integração lavoura, pecuária e florestas.

Dá-lhe Brasil, esse Brasil que trabalha, produz e luta.


José Luiz Tejon

Sócio Diretor da Biomarketing


Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias