Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Chuva pode atrapalhar colheita de cana

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

2 min de leitura

A quinta-feira (17) segue com previsão de mais chuva sobre grande parte das áreas produtoras do Mato Grosso, Goiás, norte de Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Tocantins, Maranhão, Piauí, Pará e Rondônia. Com isso, o plantio da soja poderá prosseguir sem maiores transtornos, uma vez que essas chuvas manterão os solos com bons níveis de umidade o que favorece também o desenvolvimento das plantas.

 

Há previsão para pancadas de chuvas bastante isoladas no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e sul e leste do Paraná o que pode aliviar o estresse hídrico que algumas lavouras já vêm sentindo pela ausência de chuvas regulares e em bons volumes. 

 

De acordo com o agrometeorologista, Marco Antônio Santos, a tendência é que ao longo de toda essa segunda quinzena de novembro as chuvas continuem mais concentradas sobre a região centro-norte do Brasil. No Sul, em especial na metade sul do Rio Grande do Sul, a previsão é de pouca chuva e até mesmo alguns períodos de estiagens. “A ausência de chuva regular poderá trazer algumas perdas pontuais nos índices de produtividade das lavouras de milho, soja e feijão”, alerta.

 

 

No Centro-Oeste, Sudeste, Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, incluindo o Pará e Rondônia, as chuvas previstas para os próximos 10 dias irão manter os solos com bons níveis de umidade, favorecendo o desenvolvimento de todas as lavouras. Para a cana de açúcar, a tendência é de chuvas mais regulares o que pode atrapalhar o pleno andamento da colheita, reduzindo as taxas de produção de açúcar. 

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias