AGROCLIMA

Plantio do milho safrinha está atrasado

20/02/2017 às 11:03
por Marco Antônio Santos / Agrometeorologista
Atualizado 20/02/2017 às 20:40

Oferecimento

Os últimos dias foram novamente marcados pelas chuvas ininterruptas em grande parte da região Norte, Mato Grosso, Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. Essas chuvas continuarão a prejudicar os produtores de soja, inviabilizando totalmente os trabalhos de colheita o que causa perdas irreversíveis nos grãos. Além de inviabilizar ainda mais o plantio do milho safrinha que está bem atrasado em muitas propriedades.

 

Entenda o comportamento do clima para o plantio

 

Para essa semana esse período de invernada tende a não mais ocorrer em toda faixa norte do Brasil, porém, não será uma ausência total da chuva. À partir de terça-feira (21), a previsão indica pancadas de chuva diárias. Só que diferentemente do ocorrido nas últimas semanas, o tempo ficará um pouco estável e, portanto, ocorrem boas aberturas de sol o que permite com mais facilidade os trabalhos no campo de colheita, plantio e tratos culturais. Mas mesmo assim, haverá interrupções ao longo do dia, devido a ocorrência de pancadas.

 

Previsão de curto, médio e longo prazo para o produtor rural

 

Nesta segunda-feira (20), ainda há previsão para chuvas em grande parte do Mato Grosso, Rondônia, Pará, Tocantins, Maranhão, Piauí e oeste da Bahia.

Há previsão também para pancadas de chuva, no Mato Grosso do Sul e em boa parte da região Sul, permitindo que as chuvas venham elevar os níveis de água no solo, favorecendo o desenvolvimento das lavouras. Como serão pancadas de chuva, os trabalhos de colheita, plantio e tratos culturais continuarão a ser realizados, com paralisações momentâneas. Ao longo da semana esse padrão de atmosfera instável, com pancadas de chuva quase que diárias, mais irregulares continuará a ser observada em toda a região. Assim, as condições permanecerão favoráveis aos trabalhos de campo e, principalmente ao desenvolvimento das lavouras, não sendo observada nenhuma grande anomalia que possa prejudicar a produtividade das plantas.

 

O grande problema continuará sendo na região Sudeste.

O forte calor associado as raras pancadas de chuvas que vem ocorrendo estão mantendo os solos com níveis baixos de umidade, levando as plantas ao estresse hídrico. Assim, muitas lavouras sejam elas de anuais, como soja, milho, feijão e hortaliças, como as perenes: café, cana e citros, já sentem os efeitos negativos desse padrão meteorológico e já apresentam perdas em seus potenciais produtivos. Ao longo dessa semana, esse padrão meteorológico não deverá mudar. As chuvas continuarão a ocorrer apenas na forma de pancadas localizadas, principalmente no período da tarde e algumas vezes, devido ao forte calor, poderão vir na forma de tempestades, causando ainda mais transtornos, não só no meio urbano, como principalmente, nas cidades.

 

Chuva irregular no Sudeste

ENCONTRE UMA LOCALIDADE

loading

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

Cadastre-se para receber as últimas notícias e informações meteorológicas sobre a sua localidade

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

×
Ocorreu um erro ao enviar fazer seu cadastro. Por favor, tente novamente mais tarde!

Cadastre-se para receber as últimas notícias e informações meteorológicas sobre a sua localidade

Digite seu nome
Digite seu email