Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Plantio do milho avança nas áreas produtoras

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

3 min de leitura

O corredor de umidade que pode ser observado em toda faixa central do Brasil mantém o tempo instável e com possibilidades para pancadas de chuvas ao longo dessa segunda-feira (06), sendo que os maiores volumes de chuvas deverão ocorrer na faixa leste de São Paulo e sul de Minas Gerais.

 

 

As condições são favoráveis e permitem que os trabalhos de colheita da soja e plantio do milho safrinha avancem sem grandes transtornos, a não ser pelas paralisações momentâneas que deverão ocorrer por conta das eventuais pancadas de chuva. Tempo aberto no Rio Grande do Sul, centro-norte de Minas Gerais e Bahia, assim, como no Espírito Santo.

                                                  

Na quarta-feira (8), uma nova frente fria deverá avançar pela região Sul, trazendo muita chuva para o Rio Grande do Sul, onde há previsões de acumulados superiores aos 60 mm entre a quarta e a sexta-feira. Essas chuvas deverão ser intensas na metade oeste, paralisando a colheita do arroz, soja e milho. Porém, não há indicativos de que venham ocorrer danos as lavouras, apenas paralisações de até três dias em algumas propriedades gaúchas.

 

Acompanhe as mudanças no tempo. Saiba sobre o período de estiagem e temperatura do solo 

 

Já no oeste da Bahia, norte de Minas Gerais e em pontos do Tocantins e de Goiás o tempo deverá ser mais firme, sendo que as chuvas só deverão retornar em meados da semana que vem. Mas mesmo com esse período mais seco, não há indicativos de que venham ocorrer danos as lavouras, que ainda estão em fase de desenvolvimento. Pelo contrário, esse período uma pouco mais seco, irá favorecer o avanço da colheita.

 

A semana será marcada pelas chuvas irregulares, sem invernadas e, portanto, benéficas aos trabalhos de campo, bem como ao desenvolvimento das lavouras, exceto no Rio Grande do Sul.   

 

Previsão climática  

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias