Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Umidade no solo favorece lavouras de 2° safra

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

3 min de leitura

Áreas de instabilidade ganham força sobre Mato Grosso, Rondônia e o extremo norte da região Norte do país. Ao longo do dia há previsão para pancadas de chuva sobre o triangulo mineiro, Goiás, Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. A chuva ocorre na forma de pancadas irregulares o que mantem o solo com níveis razoáveis de umidade, favorecendo o desenvolvimento das lavouras de 2ª safra. Já no Sul, São Paulo e no Mato Grosso do Sul a terça-feira será um dia de tempo aberto e sem previsões para chuvas generalizadas.

 

A partir desta quarta-feira (19), uma frente fria avança sobre o Paraguai e faixa oeste da região Sul provocando chuvas generalizadas e aos poucos esse sistema estará avançando pelo interior do Brasil, onde irá organizar as áreas de instabilidade. Até o sábado, há previsão de chuva em praticamente todas as regiões produtoras do Brasil. Os maiores volumes estarão sendo registrados sobre a faixa oeste do País.

 

 

Vale lembrar, que toda essa chuva irá permitir que as lavouras de 2ª safra, como milho e algodão encontrem condições mais do que ideais ao seu desenvolvimento e assim, mantenha uma perspectiva de que a produção de milho neste ano venha a bater um novo recorde, com uma estimativa de produção superior a 64 milhões de toneladas. O mesmo deverá ocorrer com o algodão.

 

Como melhorar a produção do campo?

 

E mesmo com o retorno das chuvas às regiões produtoras de cana de açúcar, os produtores não devem se preocupar com perdas ou qualquer outro tipo de prejuízo às lavouras, apenas paralisação momentânea das atividades de colheita. O mesmo deverá ocorrer com as lavouras de soja, milho e arroz no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. Para o café, a chuva chega em boa hora, elevando os níveis de umidade do solo, conferindo boas condições ao desenvolvimento das plantas e dos grãos, que já estão em reta final de maturação.

 

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias