Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Excesso de umidade afeta produtividade do feijão

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

3 min de leitura

A presença de uma frente fria sobre o Sudeste mantém o tempo bastante instável e com chuvas a qualquer hora do dia em Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais e no Mato Grosso do Sul. Muitas áreas de instabilidade também podem ser observadas sobre o Mato Grosso e em alguns pontos do Maranhão, Tocantins, Piauí, Bahia e Goiás. Para os próximos dias este sistema que está sobre o Sudeste avança e o tempo fica instável em grande parte do Brasil. Outro sistema meteorológico estará avançando ao longo desta sexta-feira sobre o Rio Grande do Sul e provoca mais chuva sobre o estado. A previsão é de tempo mais instável e com possibilidades para pancadas de chuvas ao longo de todo o final de semana e começo da semana que vem.

 

 

Milho

Para o milho safrinha, a chuva será benéfica e proporciona uma super safra este ano.

 

Algodão

No caso do algodão, o estágio fenológico mais avançado e o tempo mais úmido podem trazer alguns problemas à qualidade das plumas e até mesmo ocasionar algumas perdas pontuais, por conta do aumento no foco de doenças, como apodrecimento dos botões florais.

 

Café e cana de açucar

 

Para o café e cana de açúcar o tempo mais chuvoso mantém a colheita paralisada, onde em alguns casos prejudica a qualidade dos grãos de café, bem como a concentração de açucares pela cana, afetando deste modo, a produção de açúcar e etanol.

 

Feijão

Outra cultura que está sendo afetada por esse excesso de umidade é o feijão. Lavouras do Mato Grosso e de Goiás estão sendo prejudicadas por esse tempo úmido e afeta a produtividade.

 

Ar polar e temperatura baixa

 

Após a passagem da frente fria, uma massa de ar polar estará avançando sobre a região centro-sul e ocasiona o declínio acentuado da temperatura. Não há previsão para que venha ocorrer formação de geada sobre as áreas produtoras das regiões Sul e Sudeste. Mas em muitos municípios gaúchos, catarinenses e até mesmo do sul do Paraná, os termômetros poderão marcar temperaturas próximas dos 5°C nas madrugadas dos dias 22 e 23/05. Só há risco para formação de geadas nas regiões serranas do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias