Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Clima prejudica produtividade da cebola em SC

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

2 min de leitura

De acordo com o complexo de pesquisas sobre Frutas e Hortaliças do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Hortifruti/Cepea), a safra 2017/18 de cebola de Ituporanga (SC) pode sofrer perda de até 20% na produtividade média devido à estiagem de 40 dias e às altas temperaturas durante o desenvolvimento dos bulbos.

 

O agrometeorologista da Climatempo João Castro afirma que a chuva é um fator importante no período de maturação dos bulbos. “Períodos com chuva elevada podem favorecer o aparecimento de doenças foliares e o apodrecimento dos bulbos, reduzindo a produtividade”, explica Castro.

 

A previsão é que somente para o mês de janeiro ocorram chuvas um pouco acima da média, o que pode afetar a produtividade justamente pelo apodrecimento dos bulbos e ocorrência de doenças. “Mesmo assim esse ‘acima da média’ é uma anomalia de 25 a 50 milímetros distribuídos ao longo do mês, ou seja, não é um volume tão expressivo”, diz o agrometeorologista.  Em termos de temperatura, a previsão é de que elas se mantenham dentro da normalidade.

 

Além disso, a grande incidência de “Trips tabaci” (piolho da cebola) acarretou no aparecimento de um vírus que não era encontrado há bastante tempo no Brasil, de acordo com a Cepea. Esse também pode ser um fator que aumenta o risco de baixa produtividade da hortaliça, uma vez que a doença afetou algumas lavouras e causou danos aos bulbos e folhas.

 

Leia também: Qual o impacto da La Niña para o produtor rural?

 

Veja como a informação meteorológica pode ajudar a tomar a decisão dentro do campo:

Previsão do tempo para 15 dias com análise do estado e impacto das condições previstas na cultura

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias