Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Seca prejudica lavouras de soja na Argentina

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

3 min de leitura

A comercialização da soja foi acelerada no Brasil nas últimas semanas. Isso porque a falta de chuvas nas regiões produtoras da Argentina gerou aumento nos preços internacionais e domésticos do grão. Com isso, estoques acumulados com a colheita recorde da temporada passada têm sido desovados e os negócios com a safra que está sendo colhida ganharam força.

 

Os reflexos da falta de chuva na Argentina começaram a ficar mais aparentes nas últimas semanas, apesar das intempéries terem começado em novembro. Para a produção de soja, estimativas que inicialmente chegaram a sinalizar 57 milhões de toneladas foram reduzidas para 47 milhões. No caso do milho, estimava-se produção 42 milhões projetadas durante a semeadura, valor que caiu e deve ficar entre 35 milhões e 37 milhões de toneladas.

 

O governo argentino calcula que, por causa dessas quebras, as perdas dos agricultores possam chegar a US$ 5 bilhões. Muitos analistas acreditam que tais perdas não são suficientes para gerar desequilíbrios entre oferta e demanda globais, já que os estoques de milho e soja são confortáveis. No entanto, como as cotações de ambos recuaram de forma expressiva nos últimos anos, isso também tem servido para alimentar apostas especulativas.

 

A Argentina é o terceiro maior país produtor e exportador de soja em grão do mundo. No segmento de farelo de soja, os argentinos são os segundos maiores produtores, atrás dos EUA, e encabeçam as exportações. No mercado de milho, ocupam a terceira posição no ranking dos exportadores.

 

 

Agrotalk: a nova plataforma sobre Clima e produtividade no campo

 

Leia no Blog do Agroclimapro outras informações e análises sobre as culturas 

 

Para saber maiores informações de como se planejar com antecedência e tornar o clima seu grande aliado basta consultar www.agroclimapro.com.br

 

Veja como a informação meteorológica pode ajudar a tomar a decisão dentro do campo:

Análise de volume de chuva para a área produtora

 

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias