Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Chuva pode inviabilizar trabalhos no campo

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

4 min de leitura

O avanço de uma frente fria pelo estado do Rio Grande do Sul, desde a noite de ontem, já deixa o tempo bastante instável e com previsão para chuvas torrenciais. Os volumes acumulados de chuva poderão ultrapassar os 80 milímetros com fortes rajadas de vento o que poderá inviabilizar totalmente todos os trabalhos de campo, como preparo do solo e plantio do arroz e do milho. Já para o trigo, essas chuvas, apesar de serem de modera a forte intensidade manterão os solos com bons níveis de umidade, o que favorece o desenvolvimento das lavouras.

 

Entretanto, como esse sistema estará avançando também sobre as regiões produtoras de Santa Catarina, Paraná, São Paulo e do Mato Grosso do Sul, já nesse próximo sábado o tempo volta a abrir em todo o Rio Grande do Sul e no começo da semana que vem, os produtores poderão retornar as suas atividades de campo.

 

Nos outros estados, o retorno da chuva irá atrapalhar o pleno andamento da colheita do milho, café e da cana de açúcar, mas nada que venha trazer grandes impactos. A chuva irá manter os solos com níveis mínimos de umidade, favorecendo o desenvolvimento das lavouras. Mas vale ressaltar que esse sistema não deverá atingir todas as áreas produtoras de café e de cana de açúcar, sendo que boa parte das regiões da Mogiana Paulista e de Minas Gerais continuarão com tempo seco e temperaturas em elevação.

 

Já em todo o Mato Grosso, Goiás, cerrado mineiro e MATOPIBA a previsão é da continuidade do tempo seco sem chuva o que mantem boas condições para a realização da colheita do milho safrinha e do algodão. O tempo mais seco e quente deve predominar ao longo de toda a primeira quinzena de setembro.

 

br_anomalia_set_2018

Figura : Anomalia de precipitação prevista para o mês de setembro de 2018

 

Neste período, as chuvas, deverão continuar concentradas apenas sobre o Sul do Brasil, o que irá possibilitar o rápido avanço do plantio do milho 1ª safra no Rio Grande do Sul, bem como beneficiar o desenvolvimento das lavouras de inverno. Porém, com chuvas frequentes e em bons volumes, o plantio do arroz será bastante prejudicado em toda a metade sul do Rio Grande do Sul.

 

Vale ressaltar que essas chuvas ocorridas agora no mês de agosto em grande parte da Região centro-sul do Brasil e, sobretudo, em diversas áreas do cerrado brasileiro, além de causarem prejuízos às lavouras de algodão, também ocasionaram a germinação de sojas guaxas e com isso, todo o cuidado será pouco esse ano, em relação ao aumento no foco de doenças. O mesmo estará ocorrendo em lavouras de café, cana de açúcar e milho 1ª safra e trigo.    

 

Para saber maiores informações de como se planejar os trabalhos no campo com antecedência conheça o www.agroclimapro.com.br

 

Agrotalk: a nova plataforma sobre Clima e produtividade no campo

 

 

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias