Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Colheita do arroz segue em ritmo acelerado no RS

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

4 min de leitura

A colheita do arroz foi oficialmente aberta, na Estação Experimental Terras Baixas da Embrapa Clima Temperado, em Capão do Leão (RS), na região de Pelotas (RS).

 

O presidente da Federarroz, Henrique Dornelles, destacou em seu discurso que o Rio Grande do Sul tem a segunda maior produtividade do mundo em áreas de mais de um milhão de hectares de arroz e, ao mesmo tempo, os piores preços e competitividade, assim como a menor renda. “O brasileiro se alimenta de forma muito barata, especialmente de arroz, na comparação com outros países, e quem está pagando isso é o produtor rural. E só se tem preço quando ocorre quebra de produção”, ressaltou.

 

Dornelles destacou também que o arrozeiro consegue fazer colheitas com muita competitividade, mas enfrenta um mercado extremamente nocivo aos produtores. O evento deste ano teve o objetivo de dar ao produtor a opção de que se, no próximo ano, verificar que não terá preço ou abundância de produção, poderá plantar uma outra cultura, tirando, assim, a previsibilidade do mercado que acabará ficando muito mais atento ao arrozeiros.

 

Este ano houve quebra de safra aliada a uma redução de área. Hoje o Rio Grande do Sul é o maior fornecedor de arroz para todo o Brasil e para vender a uma indústria de fora do Estado, tem que pagar o maior nível de ICMS.

 

Colheita do arroz gaúcho segue em ritmo forte

 

Os produtores seguem com a colheita da safra e os primeiros volumes do produto apresentam boa qualidade na região da Fronteira Oeste com 58% e 60% de grãos inteiros e umidade alta, segundo dados da consultoria Brandalizze.

 

Análise do meteorologista

 

De acordo com a meteorologista Graziella Gonçalves, a chuva continua abundante até o dia 06/03 no Sul do Brasil. Após esse período a chuva diminui de volume e na 2ª quinzena do mês de março há uma tendência de mais dias de tempo seco e sol.

 

AgroclimaPro

 

Para saber se o melhor caminho é aguardar ou seguir em frente com o plantio você pode contar com o Agroclima PRO, serviço de agrometeorologia de precisão da Climatempo. Com o ele é possível acompanhar os índices de umidade no solo e a previsão de chuva para sua região e, ainda melhor, para a sua fazenda! Nessa safra, a atenção em relação ao melhor momento para o plantio será fundamental para garantir a uniformidade das lavouras. Confiar nas previsões e na expertise da principal empresa privada de meteorologia do país será fundamental para garantir o sucesso da safra que está prestes a iniciar!

 

Acerte na sua safra! Assine agora mesmo o Agroclima Pro

Acesse: https://agroclimapro.com.br/

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias