Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Clima preocupa produtores de trigo no RS

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

2 min de leitura

O avanço dos trabalhos de campo no Rio Grande do Sul tem pressionado os valores do trigo, que retomaram os patamares médios verificados em dezembro de 2018, segundo dados do Cepea.

 

Apesar de agentes indicarem que a qualidade está boa, as recentes chuvas no estado podem prejudicar o cereal que ainda será colhido. No Paraná, os preços têm sido sustentados pela menor produtividade, devido ao Clima desfavorável durante o desenvolvimento das lavouras.

 

Quanto aos derivados, na última semana, as cotações de algumas farinhas cederam. Compradores, observando um maior volume de trigo disponível no mercado, pressionaram os valores. Quanto aos farelos, a demanda e os preços seguem estáveis.

 

Mandioca

 

Apenas parte dos produtores de mandioca tem lavouras disponíveis para colheita e comercialização nas regiões acompanhadas pelo Cepea. Ao mesmo tempo, por conta da baixa rentabilidade e da seca prolongada, esses agentes seguem com pouco interesse na entrega do produto às fecularias, que, por sua vez, demandaram maiores quantidades da raiz, por conta da melhora na comercialização nas duas últimas semanas.

 

Com a baixa oferta de matéria-prima, muitas firmas trabalharam com menores quantidades, havendo casos em que a moagem teve que ser interrompida. Estimativas do Cepea apontam que, no período entre 14 e 18 de outubro, 17,6 mil toneladas de mandioca devem ter sido processadas pelas fecularias, queda de aproximadamente 18% frente ao apurado no período anterior e o menor volume processado desde a segunda semana de janeiro/19, quando a maioria das empresas estava em recesso ou manutenção e a moagem ficou em 11,7 mil toneladas.

 

Fonte: Cepea -Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada  

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias