AGROCLIMA

La Niña à vista?

10/07/2020 às 13:01
por César Soares
Atualizado 14/07/2020 às 14:32

Oferecimento

Os centros de Previsão Climática Governamental Norte Americano (NOAA-Climate), da Universidade de Columbia (IRI) e do Governo da Austrália (BOM) aumentaram em seus últimos relatórios a possibilidade da formação do fenômeno La Niña já na próximo trimestre com início em agosto.


grafico_lanina

 

“La Niña Watch!” foi com esse aviso que meteorologistas do mundo todo se depararam ao ver os últimos relatórios lançados pelos centros de previsão climática internacionais. Mas o que significa esse aviso de fato?

 

Segundo a escala do Centro Meteorológico do Governo Australiano (BOM), esse é o primeiro nível de alerta na escala de probabilidade de formação do evento climático La Niña. Caso a probabilidade aumente, entramos na fase de alerta e após isso temos uma La Niña.

 

A La Niña segue critérios para a sua ocorrência. É preciso que tenhamos por pelo menos três trimestres móveis consecutivos temperaturas na superfície do Oceano Pacífico Equatorial igual ou menor do que -0,5°C


laninaAnomalia de temperatura na superfície do mar (TSM). Fonte: NOAA

 

 

Caso os critérios não sejam obedecidos, não é configurada uma condição de La Niña, mas isso não impede que a atmosfera responda com as consequências desse fenômeno, é o que chamamos de viés de La Niña, ou seja, a circulação da atmosfera se comporta tal qual tivéssemos a presença da anomalia.

 

O climatologista da Climatempo, Filipe Pungirum, disse que se o fenômeno se configurar, será um evento fraco. “Não sentiremos muitos os efeitos dessa possível La Niña, até mesmo porque, caso ela se forme, será com baixa intensidade. De qualquer forma pode ocorrer aumento de chuva no norte do Nordeste e podemos observar também uma ligeira diminuição de temperatura no Sudeste.”

 

Patrícia Madeira, consultora de Clima na Climatempo, ressalta ainda os problemas com a chuva no Sul do país: "Apesar da possibilidade de formação, será um evento fraco, mesmo assim a previsão climática já indica pouca chuva na Região Sul nos próximos meses e no início do ano que vem."

ENCONTRE UMA LOCALIDADE

loading

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

Cadastre-se para receber as últimas notícias e informações meteorológicas sobre a sua localidade

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

×
Ocorreu um erro ao enviar fazer seu cadastro. Por favor, tente novamente mais tarde!

Cadastre-se para receber as últimas notícias e informações meteorológicas sobre a sua localidade

Digite seu nome
Digite seu email

FASES DA LUA

  • Nova
    17/09
  • Crescente
    23/09
  • Cheia
    02/09
  • Minguante
    10/09

ESTAÇÕES DO ANO

  • Inverno
    20/06
  • Primavera
    22/09
  • Verão
    21/12