Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Balanço da chuva de fevereiro de 2021 nas capitais brasileiras

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

Foto: Brasília (DF), por Olivio Bahia: céu de Brasília

4 min de leitura

Foto: Brasília (DF), por Olivio Bahia

 

A chuva de fevereiro de 2021 teve grandes contrastes entre as capitais brasileiras, para mais e para menos. Brasília teve o fevereiro mais chuvoso de sua história meteorológica. Em Belo Horizonte, fevereiro de 2021 foi o terceiro fevereiro mais chuvoso em 111 anos de medição feitas pelo INMET - Instituto Nacional de Meteorologia. Belém acumulou 614,1 mm sendo o fevereiro mais chuvoso desde 2018.

No ranking da falta de chuva, destaque para Aracaju, que acumulou apenas 14 mm e para Maceió, com 6,9 mm, o menor acumulado entre as capitais.

 

Não foi possível obter os dados de Porto Velho e de Natal. Assim, da 25 capitais com dados, 10 fecharam o mês de fevereiro com total de chuva abaixo da média, sendo 6 muito abaixo da média. 

 

Todos os dados são do Instituto Nacional de Meteorologia, exceto do Rio De Janeiro que é o do Alerta Rio/Prefeitura do Rio de Janeiro. O período de consulta foi de 2006 a 2021.

 

Entre parênteses, a média Climatológica para fevereiro, para o período 1961-2010, segundo o INMET. Os valores de médias  da chuva  fevereiro de 2021 foram aproximados para facilitar a compreensão

 

A - estação meteorológica automática do INMET

C -  estação meteorológica convencional do INMET

Rio de Janeiro: média mensal do Alerta Rio; para a média de chuva de fevereiro,  foi feita média simples de todos os bairros das estações do Alerta Rio

 

Região Sul

Porto Alegre Fev (106)/C: 30 mm 

(fevereiro mais seco pelo menos desde 2006)

Florianópolis Fev (202)/A: 243 mm

Curitiba Fev (166)/A: 50 mm

 

Região Sudeste

São Paulo Fev (246)/A: 181 mm

Rio de Janeiro Fev (109)/A: 130 mm

Belo Horizonte Fev (181)/C: 431,9 mm 

(terceiro fevereiro  mais chuvoso em BH desde 1910, quando começaram as medições do INMET no local da estação meteorológica de Santo Agostinho)

Vitória Fev (79)/C: 236 mm

 

Região Centro-Oeste

Brasília Fev (183)/C: 484 mm

(fevereiro mais chuvoso desde 1962 - recorde histórico)

Goiânia Fev (223)/C: 366 mm 

(fevereiro mais chuvoso pelo menos nos últimos 15 anos, desde 2006)

Cuiabá Fev (220)/C: 124 mm

Campo Grande Fev (176)/A: 227 mm

 

Região Norte

Rio Branco Fev (298)/C: 378mm

Porto velho (sem dado)

Manaus Fev (295)/C: 305mm

Belém Fev (399)/C: 614 mm

(fevereiro mais chuvoso desde 2018 quando choveram 671,6)

Palmas Fev (274)/C: 387 mm

Macapá Fev (343)/C: 384 mm

Boa Vista Fev (30)/C: 25 mm

(o verão é época de pouca chuva no estado de RR. É o caso inverso dos demais estados da Região Norte)

 

Região Nordeste

é normal chover pouco nesta época nas capitais do leste do Nordeste, especialmente de Recife a Salvador

 

Salvador  Fev (107)C: 55 mm

Aracaju Fev (72)/A: 14 mm

Maceió Fev (73)/C: 6,9 mm

Recife Fev (132)/C: 120 mm

João Pessoa Fev (105)/A: 294 mm

 (fevereiro mais chuvoso em pelo menos nos últimos 15 anos, desde 2006; 102,4 mm entre os dias 12 e 13 e 149 mm entre os dias 25 e 27;)

Natal Fev (94)/C: sem dado

Fortaleza Fev (187)/C: 46 mm

(fevereiro mais seco dos últimos 15 anos, desde 2006; outros fevereiros com menos de 100 mm acumulados no período 2006-2021: fev 2010 com 76,2 mm; fev 2008, com 62,7 mm)

Teresina Fev (239)/C: 291 mm

São Luís Fev (321)/C: 366 mm

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias