Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Um outono sem La Niña

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

3 min de leitura

Após um verão com a presença de uma La Niña até de forte intensidade, a Climatempo responde o que a neutralidade das temperaturas do Pacífico Equatorial podem afetar no Clima de outono.

 

Enfim, o outono começou neste sábado (20) às 6h38 da manhã no horário de Brasília. Do ponto de vista climatológico, estamos em uma estação de transição neste caso da fase mais úmida e quente para a mais seca e fria. Diversos fatores globais podem afetar o clima do Brasil, dentre esses as temperaturas dos oceanos. 

Então, saber se estamos em condição de La Niña, El Niño ou neutralidade, afeta diretamente as condições atmosféricas que vamos observar nos próximos meses.

 

Olhando para a situação atual do Oceano Pacífico, ainda há a presença de águas um pouco mais frias, mas elas já se mostram mais quentes do que o observado no "alto verão", entre os meses de janeiro e fevereiro de 2021. No mapa de anomalia de temperatura da superfície do mar, os tons em azul representam temperaturas abaixo do normal, já os amarelos e laranjas temperatura acima da média.

 

lanina_01

 

E as projeções de anomalia de temperatura do Oceano Pacífico Equatorial já indicam que não teremos a La Niña no primeiro trimestre de outono.

 

lanina_02

 

Menos impacto da La Niña e muito mais influência do Oceano Atlântico

 

Deste o verão, os especialistas em previsão de clima da Climatempo já falavam que a La Niña não tinha um papel de tanto destaque.

 

Verão 2021 com La Niña fake e surpresa com águas de março

 

Mesmo com aquecimento gradativo das águas oceânicas, a região equatorial do Pacífico ainda estaria com uma tendência de resfriamento no início do outono, em climatologia chamamos de "viés de La Niña", com a atmosfera respondendo com algumas características da anomalia.

 

Mas o especialista em previsão de clima da Climatempo Filipe Pungirum afasta qualquer possibilidade de influência do Oceano Pacífico.

 

"A La Niña mesmo em seu auge, não mostrava efeitos clássicos no clima do Brasil durante o verão, exceto por algumas áreas do Norte. E no outono, apesar desse viés mais frio, a atmosfera está respondendo muito mais às temperaturas do Oceano Atlântico"

 

Confira a tendência climática para o outono/21 em todo o Brasil

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias