Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Estiagem afeta 257 mil propriedades rurais no RS

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

5 min de leitura

A terceira edição do Boletim Evento Adverso, efeito da estiagem nas principais atividades agrícolas do Rio Grande do Sul, divulgado pela Emater/Ascar traz informações levantadas no período de 25/01 a 04/02 nas unidades operativas da Instituição, e a segunda estimativa da safra de verão 2021/2022.

 

De acordo com o boletim, até o momento cerca de 257 mil propriedades foram atingidas pelos efeitos da estiagem, além de aproximadamente 17,3 mil famílias com dificuldades ao acesso à água.

 

O número de produtores atingidos no cultivo de milho ultrapassou os 98 mil, acréscimo de quase 5 mil produtores com perdas na sua produção em relação ao último levantamento, em soja, são cerca de 88 mil produtores com redução na produtividade, ainda se enfatiza o elevado número de produtores de leite, 33,1 mil com dificuldades na produção.

 

Estimativa de safra: milho e soja 

 

Já a segunda estimativa da safra de verão, aponta uma redução de produção nas culturas em relação à estimativa inicial e uma mensuração de perdas econômicas baseada no preço do produto divulgado em cotações agropecuárias em 10/02.

 

Segundo o levantamento, na cultura do milho a produção deve ser de 2,7 milhões de toneladas, uma redução de 54,7% em relação à estimativa inicial (6,1 milhões de toneladas). O que representa uma perda de R$ 5,2 bilhões.

 

Já a produção da soja, deve ser de 11,1 milhões de toneladas, 43,8% a menos que o estimado inicialmente (19,9 milhões toneladas). A perda econômica fica em mais de R$ 27,8 bilhões.

 

Foto: Istock

 

Tendência do Clima 

 

A expectativa é que as chuvas continuem entre as Regiões Sudeste e Centro-Oeste, inclusive o acumulado projetado para 7 dias ultrapassa os 150mm e se aproxima dos 200mm entre a região Manhuaçu e Diamantina (MG) e chuva forte na região de Goianésia (GO) e Uruçuí (PI). Essa precipitação pode ocorrer em período mais curto de 7 dias e ser observada ainda neste fim de semana.

 

Para os próximos dias, também há expectativa de chuva na forma de pancadas no Matopiba.

 

Na Região Sul, permanece a previsão de tempo seco e temperaturas altas. Previsão de chuva para as áreas do leste de Santa Catarina e Paraná com acumulados perto de 50mm. A partir do dia 27/02, o tempo começa a mudar com a passagem de uma frente fria. Com a mudanças na circulação de ventos pelo país, as condições de chuva aumentam na Região e diminui no centro do Brasil. 

 

Essa mudança irá colaborar para a retomada das atividades de campo e acelerar os trabalhos de colheita da soja e instalação do milho safrinha.  Vale ressaltar que os mapas mostrar de 24/02 a 03/03, ainda há condições para chuva acima de 50mm em boa parte de Minas Gerais.

 

Como monitorar uma safra e monitorar sua fazenda?

 

Otimizar o plantio, ficar de olho no Clima para avançar com os trabalhos no campo e observar o desenvolvimento da cultura para evitar perdas são algumas das decisões que você produtor rural precisa tomar durante a safra. 

 

AgroclimaPRO é um serviço de tecnologia da Climatempo que utiliza o conhecimento meteorológico. Com ele você pode acessar o histórico de dados de Clima para sua fazenda e pode detectar áreas com menor vigor vegetativo. Além disso, você fica sabendo como será a demanda hídrica da sua lavoura nos próximos 15 dias e ainda consegue identificar os melhores dias e horários para realizar as pulverizações. 

 

Faça parte da maior comunidade AGRO! O canal oficial da Climatempo no Telegram fornece conteúdos diários e exclusivos sobre o Clima e previsão para a agricultura. Quero fazer parte!

 

   

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias