Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

La Niña prossegue até o Inverno e afeta a chuva no Sul

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

5 min de leitura

Foto/imagem: NOAA

 

Fase fria no Pacífico vai longe em 2022. Isto diminui a chance de chuva regular sobre o centro e sul do Brasil entre o fim do outono e meados da primavera, mas não muda a previsão de curto prazo. 

 

Teremos que ficar de olho nos EUA. Em 2012, mesmo com pequeno aquecimento do Pacífico, a safra quebrou. Com manutenção da fase fria e com 20% das áreas do meio oeste com seca moderada, será importante ficarmos de olho do próximo verão.

 

WhatsApp Image 2022-03-10 at 11.53.09.

Previsão de probabilidade de fenomenos El Nino e La Nina, alem de neutralidade para os proximos trimestres Fonte IRI/CPC-NOAA

 

La Niña, até quando?

 

Em atualização em 10 de março de 2022, a Administração Americana de Oceano e Atmosfera (NOAA) indicou que o oceano Pacífico equatorial continua mais frio que o normal e que a atmosfera responde como La Niña. A novidade está no Pacífico profundo.

 

Uma área de água quente, que poderia decretar o término do fenômeno, desfez nas últimas semanas e, agora, a perspectiva é de que o oceano superficial permaneça frio por mais tempo. Aumentou-se para 53% a chance de manutenção do fenômeno La Niña para o inverno brasileiro.

 

Desde o trimestre abril-maio-junho de 2020, o oceano Pacífico equatorial está mais frio que o normal com formação de dois fenômenos La Niña nestes quase três anos. Com o longo período frio, Climatologistas ironicamente afirmam que o La Niña "cresceu" e já pode ser chamado de "La Chica" como uma menina que se transforma em uma adolescente. Mas brincadeiras a parte, o efeito da persistência do Pacifico frio será visto entre o fim do outono e decorrer do inverno de 2022.

 

Tendência do clima  

 

De acordo com a simulação canadense CanSIPS (imagem abaixo), a área com anomalia positiva de chuva prevista para o centro e sul do Brasil na atualização do início de janeiro diminuiu consideravelmente na atualização de março. Para o período entre maio e julho de 2022, a primeira atualização indicava chuva acima da média para boa parte da Região Sul e algumas áreas do Sudeste e Centro-Oeste com destaque para Minas Gerais e sul de Mato Grosso.

 

WhatsApp Image 2022-03-10 at 14.41.51.

 

 

WhatsApp Image 2022-03-10 at 14.41.52.

 

 

Agora, há previsão de chuva acima da média apenas no centro e oeste do Rio Grande do Sul. Todas as demais áreas e Estados estão com precipitação dentro da média, o que não significa muito, já que o trimestre é normalmente seco.

 

A atual estiagem observada na Bahia, Espírito Santo e Minas Gerais e a chuva forte sobre a Região Sul nada tem a ver com as mudanças recentes de previsão. Trata-se de um bloqueio atmosférico, fenômeno que vem se tornando comum nos últimos verões, mas que 2022 aconteceu de forma mais tardia, mais para o fim da estação.

 

Previsões mais estendidas indicam aumento da precipitação sobre os três Estados do Sudeste e Nordeste e diminuição da chuva sobre o Sul mais para o fim do mês de março.

 

Como monitorar uma safra e monitorar sua fazenda?

 

Otimizar o plantio, ficar de olho no Clima para avançar com os trabalhos no campo e observar o desenvolvimento da cultura para evitar perdas são algumas das decisões que você produtor rural precisa tomar durante a safra. 

 

AgroclimaPRO é um serviço de tecnologia da Climatempo que utiliza o conhecimento meteorológico. Com ele você pode acessar o histórico de dados de Clima para sua fazenda e pode detectar áreas com menor vigor vegetativo. Além disso, você fica sabendo como será a demanda hídrica da sua lavoura nos próximos 15 dias e ainda consegue identificar os melhores dias e horários para realizar as pulverizações. 

 

Faça parte da maior comunidade AGRO! O canal oficial da Climatempo no Telegram fornece conteúdos diários e exclusivos sobre o Clima e previsão para a agricultura. Quero fazer parte!

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias