Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Condições do tempo nas culturas pelo Brasil

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

5 min de leitura

A passagem de uma frente fria trouxe chuva irregular para Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Paraná com destaque para 15mm em Nova Canaã do Norte-MT, 20mm em Dourados-MS e 70mm em Pato Branco. Em atualização semanal, a Conab afirma que o milho instalado dentro da janela recomendada está em ótima condição em Mato Grosso. Uma pequena parcela instalada fora do período recomendado está sob restrição hídrica.

 

Em Mato Grosso do Sul, a chuva da semana passada beneficiou boa parte das lavouras, embora o granizo tenha danificado 15 mil hectares. Em Goiás, o tempo seco prejudica o desenvolvimento da cultura no leste e oeste do Estado. No sudoeste goiano, 80% das lavouras encontra-se em boas condições. Em Minas Gerais, as perdas com a estiagem aumentam em todo o Estado. No Paraná, as lavouras estão em boas condições, mas o granizo danificou 20 mil hectares.

 

Granizo_milho_3_DaianaAlbino_LosCedrales_Paragui_PR.

Foto: Daiana Albino - Los Cedrales divida do Paraguai com o Paraná

 

As lavouras estão em boas condições no Maranhão, Piauí e Tocantins. Além da chuva registrada nas últimas 24 horas, chama-se a atenção para precipitação sobre o Sudeste e Centro-Oeste no segundo decêndio de maio. A precipitação é um pouco mais organiza, chegará tarde para muitas áreas produtoras, mas ainda é bem vinda.

 

Cana de açúcar  

 

A primeira estimativa de safra 2022-2023 divulgada na semana passada pela Conab indica que o Brasil deverá produzir 596,1 milhões de toneladas de cana de açúcar, aumento de quase 2% em relação à safra anterior. Sobre a atmosfera, um bloqueio atmosférico rompe-se nesta semana e a chuva retorna para boa parte do Brasil, mas de forma insuficiente para diminuir o déficit hídrico. Há previsão de ventos fortes e queda de temperatura, mas sem potencial para danos nos canaviais.

 

Tendência do Clima

 

A partir desta sexta-feira (06), não há mais condições para chuva forte no Sul do país. Há tendência é que a chuva perca força e a Região entre em um período mais seco.  

 

Há uma insistência em chuva um pouco mais organizada sobre o Sudeste e Centro-Oeste no segundo decêndio de maio. A precipitação chega tarde, mas ainda é bem vinda.

 

Entre o Rio Grande do Norte e o Ceará, há condições de chuva forte prevista para os próximos 15 dias e pode trazer transtornos para as capitais destes estados. Chove também neste período no Amapá, Roraima, Amazonas e norte do Pará. Em Rondônia, a chuva irá beneficiar a segunda safra de milho. 

 

Com relação a temperatura, não há previsão de frio extremos nos próximos 15 dias, mas as noites e madrugadas serão frias no centro-sul do país.  

 

Como monitorar o Clima na sua fazenda?

 

Otimizar o plantio, ficar de olho no Clima para avançar com os trabalhos no campo e observar o desenvolvimento da cultura para evitar perdas são algumas das decisões que você produtor rural precisa tomar durante a safra. 

 

AgroclimaPRO é um serviço de tecnologia da Climatempo que utiliza o conhecimento meteorológico. Com ele você pode acessar o histórico de dados de Clima para sua fazenda e pode detectar áreas com menor vigor vegetativo. Além disso, você fica sabendo como será a demanda hídrica da sua lavoura nos próximos 15 dias e ainda consegue identificar os melhores dias e horários para realizar as pulverizações. 

 

Faça parte da maior comunidade AGRO! O canal oficial da Climatempo no Telegram fornece conteúdos diários e exclusivos sobre o Clima e previsão para a agricultura. Quero fazer parte!

 

 

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias