AGROCLIMA

Nível de umidade é satisfatório para as lavouras

28/03/2017 às 09:26
por Marco Antônio Santos / Agrometeorologista

Oferecimento

Análise das condições do tempo na última semana:

 

Após uma semana de tempo mais firme em grande parte da Região Sul, incluindo o sul do Mato Grosso do Sul, a passagem de uma frente fria pela região nesses últimos dias, possibilitou o registro de chuvas em diversas propriedades, elevando os níveis de umidade do solo, garantindo assim, condições razoáveis ao desenvolvimento das lavouras. Porém, ainda há locais que os volumes de chuvas não foram suficientes e lavouras de milho já começam a sentir os efeitos negativos dessa ausência de chuvas generalizadas.

 

No Centro-oeste e no Matopiba, as chuvas continuaram a ocorrer, mesmo na forma de pancadas irregulares, mantendo os solos com níveis razoáveis de umidade, favorecendo o desenvolvimento das lavouras de milho e algodão. E como as chuvas vieram na forma de pancadas irregulares, não houve prejuízos aos produtores que ainda continuam realizando os trabalhos de colheita.

 

No Sudeste, o tempo seco e quente, mantem os solos com níveis mais baixos de umidade, sendo que em algumas localidades, essa ausência de chuvas já causa apreensão nos produtores.

 

                             Mapa de chuva dos últimos 7 dias

 

                             Mapa mostra a disponibilidade de umidade no solo 

 

Previsão para os próximos dias no Brasil:

 

Áreas de instabilidade ganham força em grande parte da região centro-norte do Brasil. Com isso, a semana será marcada com previsão de chuva em grande parte das regiões produtoras do Centro-Oeste, Sudeste e do Matopiba, bem como em Rondônia e Pará. Essas chuvas apesar de serem na forma de pancadas irregulares, colaboram para a elevação e manutenção dos níveis satisfatórios de umidade, favorecendo o desenvolvimento das lavouras, principalmente das lavouras de 2ª safra, como milho e algodão. Além disso, como há previsão de chuvas para boa parte da região oeste de São Paulo e no triângulo mineiro, os trabalhos de colheita da cana de açúcar poderão ser comprometidos, mas não há riscos para perdas.

 

Este deverá ser o padrão meteorológico para toda essa semana, ou seja, as chuvas continuarão a ocorrer sobre grande parte das regiões produtoras do Centro-oeste, Sudeste e também do Matopiba, possibilitando assim, que os níveis de umidade do solo se mantenham adequados ao desenvolvimento das lavouras, permitindo que as perspectivas de produtividade continuem bastante otimista com relação as lavouras de milho e algodão. E, essas chuvas deverão também persistir durante a primeira semana de abril.

 

Já na faixa leste de São Paulo, sul de Minas Gerais e em, praticamente, toda a região Sul, não só a semana estará começando com tempo firme e sem previsões para chuvas generalizadas, como também não há previsão para que venham ocorrer chuvas ao longo de toda essa semana. Apenas há previsão para eventuais pancadas de chuvas sobre o extremo oeste do Rio Grande do Sul, Santa Cantarina e Paraná nessa segunda-feira e mesmo assim, os volumes deverão ser baixos. Para os produtores que estão em plena colheita do arroz, milho e soja, esse tempo mais firme possibilitará o rápido avanço, sem prejuízos a qualidade dos grãos. O mesmo estará ocorrendo para os produtores de cana de açúcar que já iniciaram a colheita.

 

Por outro lado, esse tempo firme e sem previsões para chuvas generalizadas ao longo desses próximos 10 dias, poderá trazer preocupações aos produtores de milho safrinha do Paraná, já que os níveis de umidade do solo em várias propriedades já caem dos 75%. A única vantagem é que as madrugadas estão um pouco mais frias e com isso, há formação de orvalho, o que poderá compensar, em partes, essa falta de chuvas.

 

 

                  

ENCONTRE UMA LOCALIDADE

loading

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

Cadastre-se para receber as últimas notícias e informações meteorológicas sobre a sua localidade

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

×
Ocorreu um erro ao enviar fazer seu cadastro. Por favor, tente novamente mais tarde!

Cadastre-se para receber as últimas notícias e informações meteorológicas sobre a sua localidade

Digite seu nome
Digite seu email