Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Tempo seco pode comprometer lavouras de inverno

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

3 min de leitura

As geadas ocorridas nesta semana em toda região Sul e no sul do Mato Grosso do Sul, atingiram áreas de trigo e de cana de açúcar, ocasionando perdas de produtividade, principalmente na faixa oeste do Paraná, onde o trigo está com seu ciclo fenológico mais avançado, conforme apurou o agrometeorologista Marco Antônio Santos. 

 

Agora, um novo bloqueio atmosférico se formou em praticamente todo o Brasil. A previsão é de tempo seco em sem nenhuma possibilidade de ocorrência de chuva nos próximos 10 a 15 dias. Só deve chover apenas para o extremo sul do Rio Grande do Sul e sobre as faixas litorâneas de parte do Sudeste e do Nordeste, assim, como em toda faixa norte do Brasil.

 

 

 

Quer receber boletins informativos do tempo e alertas periódicos para sua fazenda?

 

O tempo seco irá comprometer ainda mais as lavouras de inverno, em especial o trigo, uma vez que há locais a mais de 20 dias sem nenhum registro de chuva, informa Santos. E com a previsão de retorno da chuva somente na primeira quinzena de agosto, as consequências poderão ser ainda mais complicadas para os produtores, adianta o agrometeorologista.

 

Seja avisado com antecedência sobre geadas, seca e condições fitossanitárias. Saiba como aqui

 

O tempo firme favorece os trabalhos de colheita do café, cana de açúcar, milho e algodão avançam sem grandes transtornos. Porém, como a semana foi extremamente fria em praticamente toda a faixa oeste do País, os produtores de algodão do Mato Grosso, tiveram dificuldades na aplicação de maturadores e dessecantes.

 

Na próxima semana uma nova massa de ar polar estará avançando e as temperaturas deverão cair novamente e não dá para descartar o risco de novas geadas. Apesar de o frio todo estar sendo previsto para a madrugada de terça-feira, dia 25/07, ainda é muito cedo para avaliar se o sistema poderá ou não trazer perdas à agricultura, principalmente para os cafeicultores e canavieiros de São Paulo e Minas Gerais.

 

 

Marco Antônio Santos 

Agrometeorologista

 

Veja tambémGeada afeta olericultura gaúcha 

Conecte sua estação meteorológica e tenha previsões ainda mais precisas. É grátis! Clique aqui e saiba mais.  

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias