Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Produção de amendoim aumenta 14,7% em relação à safra anterior

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

5 min de leitura

Maior produtor nacional de amendoim, São Paulo deverá produzir 644,1 mil toneladas da leguminosa na safra 2021/2022. Os dados são do 5º Levantamento da Safra de Grãos 2021/22, publicado pela Companhia Nacional do Abastecimento (Conab).

 

A área cultivada para esta safra (somando o cultivo de primeiro e segundo ciclos) está em 175,4 mil hectares – um aumento de 14,4% em relação ao ciclo anterior – com produtividade média estimada em 3.672 kg/ha.

 

Grande parte das áreas estaduais de amendoim são cultivadas diretamente por empresas paulistas, que beneficiam e exportam o grão. Produtores independentes de outros estados onde não há pontos de recebimento do produto, como Mato Grosso do Sul, também realizam contratos de comercialização com as companhias de São Paulo. Dessa forma, toda a produção já tem destino previamente certo, com boa parte com preço negociado em contratos que garantem os custos de produção.

 

Foto: Istock

 

Safra nacional

 

No somatório brasileiro, a atual safra do amendoim tem estimativa de crescimento de 15,9% na área em relação à safra passada. A produção deverá ser de 700,5 mil toneladas: 17,4% maior que a safra anterior, com um incremento de 1,2% na produtividade.

 

Tendência do Clima 

 

A segunda-feira (14/02) começou com temperaturas baixas no Sul e isso mostra que as frentes frias estão passando pelo estado, mas não conseguem canalizar a umidade da Amazônia e a chuva fica concentrada apenas na faixa leste da Região Sul e quando chove no interior do estados, é muito pontual. Enquanto isso, no centro-norte do país, o tempo segue mais nublado com ocorrência de chuva a qualquer hora.   

 

De 14 a 20 de fevereiro, a tendência é de 100 a 150mm de chuva para a região mineira de Juiz de Fora, zona da mata até a o município de Água Boa em Mato Grosso com expectativa de tempo mais nublado e chuvoso. 

 

Neste período, há condições de chuva forte (até 100mm) no Matopiba, especialmente entre o norte do Tocantins, sul do Maranhão e do Piauí.

 

São Paulo, Mato Grosso do sul e Região Sul tem pouca chuva nesta semana. Algumas pancadas de chuva serão observadas no Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul, mas que não serão suficientes para um grande aumento da umidade do solo. O Rio Grande do Sul segue com o tempo seco , ensolarado e temperatura máxima cada vez mais elevada. Há uma expectativa da temperatura atingir 40ºC no oeste gaúcho, na próxima quarta-feira (16). 

 

Na última semana de fevereiro, o tempo vai mudar. De 21 a 27 de fevereiro, a chuva se espalha pelo Brasil e todas as áreas do país vão receber mais pancadas de chuva intercalando períodos de sol. O ritmo dos trabalhos no campo devem aumentar. No Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul, a umidade aumenta e favorece os trabalhos da segunda safra. No Rio Grande do Sul, neste período a estimativa de chuva é entre 20 e 50mm, principalmente em áreas do oeste e norte. Essa chuva chega tarde demais nas áreas instaladas de soja de forma mais precoce.

 

No Matopiba, a tendência é que aconteçam algumas pancadas entre 21 e 27 fevereiro.      

Como monitorar uma safra e monitorar sua fazenda?

 

Otimizar o plantio, ficar de olho no Clima para avançar com os trabalhos no campo e observar o desenvolvimento da cultura para evitar perdas são algumas das decisões que você produtor rural precisa tomar durante a safra. 

 

AgroclimaPRO é um serviço de tecnologia da Climatempo que utiliza o conhecimento meteorológico. Com ele você pode acessar o histórico de dados de Clima para sua fazenda e pode detectar áreas com menor vigor vegetativo. Além disso, você fica sabendo como será a demanda hídrica da sua lavoura nos próximos 15 dias e ainda consegue identificar os melhores dias e horários para realizar as pulverizações. 

 

Faça parte da maior comunidade AGRO! O canal oficial da Climatempo no Telegram fornece conteúdos diários e exclusivos sobre o Clima e previsão para a agricultura. Quero fazer parte!

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias