Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Temporal afeta produção de milho em Rio Verde

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

2 min de leitura

Depois de um longo período de seca, a cidade de Rio Verde, em Goiás, sofreu com um temporal na última semana. A presença de ventos fortes, granizo e o grande volume de chuva assustaram os agricultores, já que foram capazes de derrubar galhos da plantação causando prejuízo.

 

De acordo com a área técnica da Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais do Sudoeste Goiano - COMIGO, o milho foi a cultura mais afetada pela ventania. Segundo a Cooperativa, o principal problema é que a cidade ficou muito tempo sem chuvas (mais de 30 dias) e as plantas ficaram mais fracas e suscetíveis à ação dos ventos.

 

É possível perceber pelos dados do Instituto Nacional de Meteorologia - INMET, que a chuva ficou bem abaixo da média nos últimos meses. Em abril, Rio Verde registrou apenas 10,3 mm de chuva, número bem abaixo dos 122 mm de média histórica. Em maio o problema persiste. Até o dia 27 foram registrados apenas 10,4mm de chuva, sendo que a média histórica para o mês é de 44,7mm.

 

Os especialistas da cooperativa também contam que o Clima ideal para o cultivo do milho seria chuvas regulares e mais fracas, além de muita luz solar. A chuva pode voltar a cair neste ultimo fim de semana de maio. “O sol aparece ao longo do dia e a temperatura continua em elevação durante as tardes. A partir do final de semana, as pancadas de chuva ocorrem de forma isolada na cidade, porém sem grandes volumes”, conta Alexandre Nascimento, meteorologista da Climatempo.

 

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias