AGROCLIMA

Julho em São Paulo: média das mínimas foi a 5ª mais alta

02/08/2020 às 06:55
por Redação

Oferecimento

 

Julho de 2020 começou frio e terminou quente e com pouca chuva na cidade de São Paulo. Se não fosse a última frente fria de julho, que conseguiu provocar alguma chuva, o mês terminaria com apenas 1 mm acumulado. No dia 30 de julho, uma frente fria provocou pouco mais de 10 mm na região do Mirante de Santana, na zona norte da capital paulista.

 

A primeira quinzena de julho de 2020 teve duas frentes frias fortes que trouxeram frio para São Paulo, fazendo a temperatura mínima baixar para cerca de 10°C. Mas uma mudança no posicionamento de fortes correntes de vento, nos níveis mais elevados da atmosfera, bloqueou o ar frio no extremo sul do Brasil durante quase toda a segunda quinzena de julho de 2020. 

 

O resultado final foi um mês com pouquíssima chuva e com temperaturas acima do média climatológica.

 

 

Foto de Angela Ruiz, São Paulo (SP)

 

 

Chuva

O balanço oficial do clima de julho de 2020 em São Paulo, divulgado pelo Instituto Nacional de Meteorologia, informou que o total de chuva foi de apenas 12,6 mm, sendo que 11,6 mm caíram no dia 30 de julho, na passagem de uma frente fria. 

A chuva de julho de 2020 ficou 74% abaixo da média climatológica que é de 47,8 mm (INMET 1981-2010).

 

Em 78 anos de medições do INMET no Mirante de Santana, julho de 2020 foi o 21º julho com menor precipitação acumulada. O julho mais seco do histórico do INMET foi o ano de 2008, que não teve nenhuma chuva. 

 

Julho de 2020 teve 2 dias com chuva mensurável, sendo que a média desse parâmetro é de cerca de seis dias. Em relação a julho do ano passado, que foi muito chuvoso, choveu cerca de 140 mm a menos. 


Temperaturas e chuva em São Paulo em julho de 2020 (NMET)

 

 

 

Temperatura

Em termos médios de temperatura, julho de 2020 foi mais quente do que as referências climatológicas. 

 

A média das temperaturas mínimas foi de 14,2 °C, enquanto que sua climatologia é de 12,3 °C. 

Foi o quinto julho mais quente, em relação à média das mínimas. 

 

A média das temperaturas máximas foi de  24,3 °C, sendo que o valor de referência climatológica de referência é de 22,4 °C.

 

Julho de 2020 foi o 8º julho mais quente em relação às máximas, empatado com os anos de 2008 e 2010. 

 

 Maiores temperaturas mínimas médias para julho no histórico de 1943 a 2020. Estação do Mirante de Santana-INMET



Posição

Ano

T min (°C)

1

1995

14,5

2

1977

14,2

3

2015

14,2

4

2018

14,2

5

2020

14,2

6

2010

14,1

 

A maior temperatura de julho de 2020 foi 27,9 °C na tarde do dia 28, numa situação de aquecimento pré-frontal. 

 

A menor temperatura de julho de 2020 foi de 10,4 °C, registrada no amanhecer dia 2.

 

A menor amplitude térmica diária, que é a diferença entre a temperatura máxima e a mínima em um dia, foi de 2,8 °C, no dia 15. 

 

A maior amplitude foi de 13,6 °C e o ocorreu no dia 5 de julho.  

 

A velocidade do vento no Mirante de Santana atingiu o máximo na madrugada do dia 1 de julho, com rajadas de vento de 69 km/h (19,1 m/s) durante a madrugada, sob influência de um cavado de baixa pressão associado a um “ciclone bomba” sobre o leste da região Sul do Brasil.

ENCONTRE UMA LOCALIDADE

loading

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

Cadastre-se para receber as últimas notícias e informações meteorológicas sobre a sua localidade

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

×
Ocorreu um erro ao enviar fazer seu cadastro. Por favor, tente novamente mais tarde!

Cadastre-se para receber as últimas notícias e informações meteorológicas sobre a sua localidade

Digite seu nome
Digite seu email

FASES DA LUA

  • Crescente
    21/12
  • Cheia
    30/11
  • Minguante
    07/12
  • Nova
    14/12

ESTAÇÕES DO ANO

  • Primavera
    22/09
  • Verão
    21/12