Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Produção de açúcar no centro-sul deve recuar 63,2%

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

5 min de leitura

A produção de açúcar na região centro-sul do Brasil deve totalizar 457.600 toneladas na primeira quinzena de novembro, queda de 63,2% no ano, segundo pesquisa com 10 analistas da S&P Global Platts, divulgada na última segunda-feira, 22 de novembro.

 

De acordo com os analistas pesquisados, o esmagamento da cana é estimado entre 5,2 milhões de toneladas a 13,6 milhões de toneladas. A estimativa média era de moagem total de cana de 9,4 milhões de toneladas, queda de 53,7% no ano.

 

O Clima no centro-sul foi abaixo do ideal para a moagem durante a primeira quinzena de novembro, com uma estimativa de quatro dias perdidos pela chuva.

A proporção da cana utilizada para a produção de açúcar deve ser de 35%, ante 41,9% um ano antes. Embora os produtores brasileiros estivessem aproveitando o recente prêmio de produção para produzirem etanol, as expectativas de longo prazo são de que as usinas continuem a maximizar sua produção de açúcar, dada a maior lucratividade em relação ao etanol.

 

Clima

 

Apesar de uma chuva no fim da semana (20 e 21/11), a umidade do solo ainda está abaixo do ideal para o desenvolvimento agrícola no oeste de São Paulo, noroeste do Paraná e sul de Mato Grosso do Sul. Nesta semana, a situação permanecerá inalterada já que a chuva não será intensa o suficiente para uma grande reposição da umidade do solo. Somente na primeira semana de dezembro, a precipitação será mais intensa e abrangente com acumulado entre 20mm e 50mm.

 

Avaliação da pesquisa

 

A Platts avaliou o etanol hidratado em usina de Ribeirão Preto convertido em açúcar bruto equivalente a 19,47 centavos / lb em 22 de novembro. O contrato futuro de açúcar NY11 de março fechou em 22 de novembro a 19,76 centavos / lb, proporcionando um prêmio de 0,29 cent / lb ao etanol hidratado em equivalente de açúcar bruto.

 

O açúcar recuperável por tonelada de cana-de-açúcar, ou ATR, deve ser de 139,5 kg / mt, uma redução de 8,9% ano contra ano.

 

A produção total de etanol de cana-de-açúcar deve ser de 599,2 milhões de litros, queda de 49% em relação ao ano anterior. A produção de etanol hidratado da cana era estimada em 288 milhões de litros, de acordo com a média das respostas dos analistas à pesquisa. Isso seria uma queda de 57,3% ano a ano.

 

A produção de etanol anidro de cana na primeira quinzena de novembro era estimada em 291 milhões de litros, queda de 41,9% em relação ao ano anterior, de acordo com o levantamento.

 

A produção total de etanol de milho deve ser de 149 milhões de litros, um aumento de 30,7% em relação ao ano anterior. A produção de etanol hidratado era estimada em 99 milhões de litros, um aumento de 18,9% em relação ao ano anterior, e a produção de etanol anidro era de 50 milhões de litros, um aumento de 60,2% em relação ao ano anterior.

 

A UNICA deve divulgar seus números oficiais de produção nos próximos dias.

 

Como planejar uma safra e monitorar sua fazenda?

 

Otimizar o plantio, ficar de olho no Clima para avançar com os trabalhos no campo e observar o desenvolvimento da cultura para evitar perdas são algumas das decisões que você produtor rural precisa tomar durante a safra. 

 

Agroclima Pro é um serviço de tecnologia da Climatempo que utiliza o conhecimento meteorológico. Com ele você pode acessar o histórico de dados de Clima para sua fazenda e pode detectar áreas com menor vigor vegetativo. Além disso, você fica sabendo como será a demanda hídrica da sua lavoura nos próximos 15 dias e ainda consegue identificar os melhores dias e horários para realizar as pulverizações. 

 

Faça parte da maior comunidade AGRO! O canal oficial da Climatempo no Telegram fornece conteúdos diários e exclusivos sobre o Clima e previsão para a agricultura. Quero fazer parte! 

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias