Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Algodão da Bahia apresenta boas condições fitossanitárias

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

6 min de leitura

A safra de algodão segue pelo Nordeste do Brasil. Abaixo você confere as condições das áreas produtoras, de acordo com o 8º levantamento de safra da Companhia Nacional de Abastecimento.  

 

Ceará

 

A cultura se encontra em desenvolvimento vegetativo, floração e formação das maçãs. A falta de chuvas de fevereiro deve alongar o período de plantio da cultura. Em Limoeiro do Norte e Tabuleiro do Norte houve um problema na germinação da semente em uma área significativa, afetando mais de 700 hectares. Esse fato explica a perda na produtividade da cultura para esse levantamento.

 

Maranhão

 

As lavouras se encontram em boas condições, no estágio de formação de maçãs, com uma previsão aproximada de colheita para o período compreendido entre junho e setembro de 2022.

 

Piauí

 

As chuvas registradas durante abril foram fundamentais para o desenvolvimento das lavouras. A cultura se encontra na fase de formação das maçãs e abertura dos capulhos, e apresenta boas condições.

 

Bahia

 

No extremo-oeste baiano, apesar da estimativa de produtividade estar ligeiramente inferior que a observada na safra passada, as lavouras apresentam boas condições fitossanitárias. No centro-sul, as lavouras estão na fase de formação das maçãs, maturação e colheita, recuperando o desenvolvimento devido às chuvas ocorridas em abril e apresentando desenvolvimento regular, com expectativa de alta na produtividade. Não há perdas por pragas e doenças. No município de Malhada, a colheita já foi iniciada. 

 

Paraíba

 

O período de veranico ocorrido em fevereiro comprometeu severamente a cultura no sertão paraibano, de tal forma que a produtividade deverá ser muito impactada. As lavouras perderam o vigor produtivo, inclusive com o registro de perdas totais e generalizadas no Alto Sertão. No Agreste, o início do plantio ocorre em condições de normalidade.

 

Rio Grande do Norte

 

Trata-se de uma cultura pouco cultivada neste estado. As intempéries climáticas e preços pouco remuneradores no mercado local fizeram com que a grande maioria dos produtores abandonassem essa atividade, optando por culturas de subsistência, tais como: milho e feijão. Nesta safra está previsto o plantio de 290 hectares em todo o estado.

 

algodão_8

Foto: arquivo istock

 

Tendência do Clima
 

Uma intensa onda de frio vai provocar queda acentuada de temperatura sobre metade do Brasil na próxima semana. Além de geada em amplos estados, inclusive em áreas do Sudeste e Centro-Oeste, há possibilidade de neve em alguns pontos do Sul do país. Vários recordes serão registrados neste período.

 

A partir de segunda-feira (16/05), os produtores devem estar atentos com danos à soja tardia e ao milho da Argentina. Geadas também alcançam as áreas de pastagem e feijão no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e sul do Paraná. 

 

Na terça-feira (17/05), o frio atinge amplas áreas de milho, HF, cana e café do Paraná. Em Itapeva, sul de São Paulo, também há condições para frio e geada nas áreas de feijão e milho.  

 

Na quarta-feira (18/05), o frio alcança o sul de Minas e a região da Mogiana com temperaturas inferiores a 3ºC. No dia 19/05 o frio se espalha em direção a Goiás, Brasília, triângulo mineiro, parte do cerrado atingindo áreas de café, cenoura, cana de açúcar. No dia 20/05, as condições para a geada diminuem no Sudeste.  

 

No período de 20 a 26 de maio, uma frente fria chega ao Nordeste e provoca muita chuva nas áreas de cana. Essa chuva se espalha pelo interior da Região atingindo alguns municípios do Piauí, Maranhão e norte da Bahia.

 

Como monitorar o Clima na sua fazenda?

 

Otimizar o plantio, ficar de olho no Clima para avançar com os trabalhos no campo e observar o desenvolvimento da cultura para evitar perdas são algumas das decisões que você produtor rural precisa tomar durante a safra. 

 

AgroclimaPRO é um serviço de tecnologia da Climatempo que utiliza o conhecimento meteorológico. Com ele você pode acessar o histórico de dados de Clima para sua fazenda e pode detectar áreas com menor vigor vegetativo. Além disso, você fica sabendo como será a demanda hídrica da sua lavoura nos próximos 15 dias e ainda consegue identificar os melhores dias e horários para realizar as pulverizações. 

 

Faça parte da maior comunidade AGRO! O canal oficial da Climatempo no Telegram fornece conteúdos diários e exclusivos sobre o Clima e previsão para a agricultura. Quero fazer parte!

 

Experimente ter monitoramento em tempo real da sua fazenda

+ mais notícias